Sunday, December 29, 2013

The Anti-Empire Report - Getting your history from the American daily press


English
Português
Official website of the author, historian, and U.S. foreign policy critic.
Website oficial do autor, historiador e crítico da política externa dos Estados Unidos.
The Anti-Empire Report #123
O Relatório Anti-Império No. 123
By William Blum – Published December 3rd, 2013
Por William Blum – Publicado em 3 de dezembro de 2013
Getting your history from the American daily press
Do aprender história com a imprensa diária estadunidense
During the US federal government shutdown in October over a budgetary dispute, Washington Post columnist Max Fisher wondered if there had ever been anything like this in another country. He decided that “there actually is one foreign precedent: Australia did this once. In 1975, the Australian government shut down because the legislature had failed to fund it, deadlocked by a budgetary squabble. It looked a lot like the U.S. shutdown of today, or the 17 previous U.S. shutdowns.” [Washington Post, October 1, 2013]
Durante o fechamento do governo federal dos Estados Unidos em outubro, por causa de disputa orçamentária, o colunista do Washington Post Max Fisher perguntava se alguma vez aquilo havia acontecido em outro país. Concluiu que “há na verdade um precedente no estrangeiro: a Austrália fez isso uma vez. Em 1975, o governo australiano fechou as portas porque o legislativo deixara de financiá-lo, paralisado por um bate-boca orçamentário. Algo que foi muito parecido com o fechamento dos Estados Unidos de nossos dias, ou os 17 fechamentos anteriores do governo dos Estados Unidos.” [Washington Post, 1o de outubro de 2013]
Except for what Fisher fails to tell us: that it strongly appears that the CIA used the occasion to force a regime change in Australia, whereby the Governor General, John Kerr – a man who had been intimately involved with CIA fronts for a number of years – discharged Edward Gough Whitlam, the democratically-elected prime minister whose various policies had been a thorn in the side of the United States, and the CIA in particular.
Exceto naquilo que Fisher deixa de contar-nos: que parece fortemente a CIA ter usado a ocasião para forçar mudança de regime na Austrália, pela qual o Governador Geral, John Kerr – homem que estivera intimamente envolvido com frentes da CIA durante alguns anos – destituiu Edward Gough Whitlam, o primeiro-ministro democraticamente eleito cujas diversas políticas haviam sido um espinho na carne dos Estados Unidos e da CIA em especial.
I must again cite my own writing, for the story of the CIA coup in Australia – as far as I know – is not described in any kind of detail anywhere other than in my book Killing Hope: U.S. Military and C.I.A. Interventions Since World War II (2004).
Tenho de, de novo, citar meu próprio escrito, pois a história do golpe da CIA na Austrália - tanto quanto eu saiba - não é descrita em qualquer medida de detalhe a não ser em meu livro A Morte da Esperança: Intervenções da Instituição Militar dos Estados Unidos e da C.I.A. Desde a Segunda Guerra Mundial (2004).

No comments:

Post a Comment