Saturday, December 7, 2013

dbfrank - What Kind of Theory Do We Need for Translation? 3. Functional Models


Bible Translation Conference 2008: Translator and Audience
February 4-6, 2008
UK Campus of the European Training Programme, Horsleys Green, England
ENGLISH
PORTUGUÊS
What Kind of Theory Do We Need for Translation?
De Que Tipo de Teoria Precisamos para Tradução?
David B Frank
David B Frank
SIL International
SIL International
3. Functional Models
3. Modelos Funcionais
A functional approach, on the other hand, gives little or no attention to structures, and focuses instead on meaning, function and purpose. A functional grammar would stand in contrast to a formal grammar. Skopos Theory emphasizes function, integration, unity in translation. It is not an exercise in dividing things up and dealing with them separately. Skopos Theory is right to give emphasis to purpose in translation, but a limitation is that it is so simple, with so much about translation that it does not address, and it perhaps even deals with the topic of function too monolithically.
Os modelos funcionais, por outro lado, dedicam pouca ou nenhuma atenção a estruturas, e focalizam, em vez delas, significado, função e propósito. Uma gramática funcional contrasta com uma gramática formal. A Teoria Skopos enfatiza função, integração, unidade na tradução. Não é um exercício de dividir as coisas e lidar com elas separadamente. A Teoria Skopos está correta em dar ênfase ao propósito em tradução, mas uma de suas limitações é ela ser excessivamente simples, deixando de tratar muita coisa acerca da tradução e, talvez, até mesmo, lide com o tópico da função de maneira demasiado monolítica.

No comments:

Post a Comment