Thursday, September 5, 2013

IPE - America Totally Discredited - Paul Craig Roberts


ENGLISH
PORTUGUÊS
Institute for Political Economy
Institute for Political Economy
Paul Craig Roberts
Paul Craig Roberts
America Totally Discredited — Paul Craig Roberts
Estados Unidos Totalmente Desacreditados — Paul Craig Roberts
America Totally Discredited
Estados Unidos Totalmente Desacreditados
Paul Craig Roberts
Paul Craig Roberts
This article was originally published at PaulCraigRoberts.org and has been used here with permission.
Este artigo foi originalmente publicado em  PaulCraigRoberts.org e está afixado aqui mediante permissão.
A foolish President Obama and moronic Secretary of State Kerry have handed the United States government its worst diplomatic defeat in history and destroyed the credibility of the Office of the President, the Department of State, and the entire executive branch. All are exposed as a collection of third-rate liars.
Um insensato Presidente Obama e o paspalho Secretário de Estado Kerry provocaram a pior derrota diplomática do governo dos Estados Unidos da história e destruíram a credibilidade do Gabinete do Presidente, do Departamento de Estado, e de todo o poder executivo. Todos esses ficam agora expostos como bando de mentirosos de terceira classe.
Intoxicated with hubris from past successful lies and deceptions used to destroy Iraq and Libya, Obama thought the US “superpower,” the “exceptional” and “indispensable” country, could pull it off again, this time in Syria.
Intoxicado pela empáfia de mentiras e tapeações passadas bem-sucedidas usadas para destruir Iraque e Líbia, Obama achou que a “superpotência” estadunidense, o país “excepcional” e “indispensável,” poderia repetir a façanha, desta vez na Síria.
But the rest of the world has learned to avoid Washington’s rush to war when there is no evidence. A foolish Obama was pushed far out on the limb by an incompetent and untrustworthy National Security Advisor, Susan Rice, and the pack of neoconservatives that support her, and the British Parliament cut the limb off.
O resto do mundo, porém, aprendeu a colocar-se ao largo do açodamento de Washington rumo à guerra quando não há evidência. Um néscio Obama foi levado a destoar do resto do mundo, indo lá para a ponta do galho, por incompetente e indigna de confiança Assessora de Segurança Nacional, Susan Rice, e pela turba de neoconservadores que a apoiam, e o Parlamento Britânico decepou o galho.
What kind of fool would put himself in that vulnerable position?
Que tipo de idiota coloca a si próprio nessa posição vulnerável?
Now Obama stands alone, isolated, trying to back away from his threat to attack without authorization from anyone–not from the UN, not from NATO, not from Congress who he ignored–a sovereign country. Under the Nuremberg Standard military aggression is a war crime. Washington has until now got away with its war crimes by cloaking them in UN or NATO approval. Despite these “approvals,” they remain war crimes.
Agora Obama se vê sozinho, isolado, tentando voltar atrás em sua ameaça de atacar sem autorização de ninguém - nem das Nações Unidas, nem da OTAN, nem do Congresso que ele ignorou - um país soberano. De acordo com o Padrão de Nuremberg, agressão militar é crime de guerra. Até agora Washington ficou impune de seus crimes de guerra mediante ocultá-los atrás de aprovação das Nações Unidas ou da OTAN. A despeito dessas “aprovações,” eles continuam sendo crimes de guerra.
But his National Security Advisor and the neocon warmongers are telling him that he must prove that he is a Real Man who can stand alone and commit war crimes all by himself without orchestrated cover from the UN or NATO or a cowardly US Congress. It is up to Obama, they insist, to establish for all time that the President of the United States is above all law. He, and he alone is the “decider,” the Caesar, who determines what is permissible. The Caesar of the “sole superpower” must now assert his authority over all law or Washington’s hegemony over the world is lost.
Contudo, a Assessora de Segurança Nacional dele e os incitadores de guerra neoconservadores estão-lhe dizendo que ele precisa provar ser Homem de Verdade que pode agir por si próprio e cometer crimes de guerra de moto próprio, sem cobertura orquestrada das Nações Unidas ou da OTAN ou de um covarde Congresso dos Estados Unidos. Cabe a Obama, insistem eles, estabelecer de uma vez por todas que o Presidente dos Estados Unidos está acima da lei. Ele, e apenas ele, é o “decisor,” o César, que determina o que é permissível. O César da “única superpotência” precisa agora afirmar sua autoridade acima de toda lei, ou a hegemonia de Washington no mundo estará perdida.
As I noted in an earlier column today, if Obama goes it alone, he will be harassed for the rest of his life as a war criminal who dares not leave the US. Indeed, a looming economic collapse could so alter the power and attitude of the United States that Obama could find himself brought to justice for his war crimes.
Como observei hoje em coluna mais cedo, se Obama for em frente sozinho, será assediado pelo resto da vida como criminoso de guerra que não se atreverá a sair dos Estados Unidos. Em verdade, colapso econômico à espreita poderá de tal modo alterar o poderio e a atitude dos Estados Unidos que Obama poderá flagrar-se levado à justiça por seus crimes de guerra.
Regardless, the United States government has lost its credibility throughout the world and will never regain it, unless the Bush and Obama regimes are arrested and put on trial for their war crimes.
Independentemente disso, o governo dos Estados Unidos perdeu sua credibilidade em todo o mundo e nunca se recuperará, a menos que os regimes de Bush e Obama sejam detidos e levados a julgamento por seus crimes de guerra.
Obama’s destruction of US credibility goes far beyond diplomacy. It is likely that this autumn or winter, and almost certainly in 2014, the US will face severe economic crisis.
A destruição da credibilidade de Obama vai muito além da diplomacia. É provável que neste outono ou inverno, e quase certamente em 2014, os Estados Unidos se vejam a braços com severa crise econômica.
The long-term abuse of the US dollar’s reserve currency role by the Federal Reserve and US Treasury, the never-ending issuance of new debt and printing of dollars to finance it, the focus of US economic policy on bailing out the “banks too big to fail” regardless of the adverse impact on domestic and world economies and holders of US Treasury debt, the awaiting political crisis of the unresolved deficit and debt ceiling limit that will greet Congress’ return to Washington in September, collapsing job opportunities and a sinking economy all together present the government in Washington with a crisis that is too large for the available intelligence, knowledge, and courage to master.
O abuso de longo prazo do papel do dólar como moeda de reserva dos Estados Unidos pela Reserva Federal e pelo Tesouro dos Estados Unidos, a infindável emissão de dívida nova e impressão de dólares para financiá-la, o foco da política econômica dos Estados Unidos em socorrer os “bancos grandes demais para falir” independentemente do impacto adverso sobre as economias interna ao país e mundial e os detentores da dívida do Tesouro dos Estados Unidos, a esperada crise política do déficit não resolvido e do limite do teto da dívida que saudarão o volta do Congresso a Washington em setembro, o colapso das oportunidades de emprego e uma economia em submersão colocam, no conjunto, uma crise para o governo de Washington grande demais para a inteligência, o conhecimento e a coragem disponíveis gerirem.
When the proverbial hits the fan, the incompetent and corrupt Federal Reserve and the incompetent and corrupt US Treasury will have no more credibility than Obama and John Kerry.
Quando o proverbial for espalhado pelo ventilador, a incompetente e corrupta Reserva Federal e o incompetente e corrupto Tesouro dos Estados Unidos não terão mais credibilidade do que Obama e John Kerry.
The rest of the world–especially Washington’s bullied NATO puppet states–will take great delight in the discomfort of “the world’s sole superpower” that has been running on hubris ever since the Soviet collapse.
O resto do mundo – especialmente os intimidados estados títeres de Washington integrantes da OTAN – haurirão enorme deleite do desconforto da “única superpotência do mundo” prenhe de empáfia desde o colapso soviético.
The world is not going to bail out Washington, now universally hated, with currency swaps, more loans, and foreign aid. Americans are going to pay heavily for their negligence, their inattention, their unconcern, and their ignorant belief that nothing can go wrong for them and that anything that does is temporary.
O mundo não virá em socorro de Washington, agora universalmente odiada, com swaps de moeda, mais empréstimos, e ajuda externa. Os estadunidenses pagarão caro por sua negligência, sua desatenção, sua despreocupação, e sua crença ignorante em que nada pode dar errado para eles e que qualquer coisa que dê errado é temporária.
Two decades of jobs offshoring has left the US with a third world labor force employed in lowly paid domestic nontradable services, a workforce comparable to India’s of 40 years ago. Already the “world’s sole superpower” is afflicted with a large percentage of its population dependent on government welfare for survival. As the economy closes down, the government’s ability to meet the rising demands of survival diminishes. The rich will demand that the poor be sacrificed in the interest of the rich. And the political parties will comply.
Duas décadas de exportação de empregos deixaram os Estados Unidos com força de trabalho de terceiro mundo empregada em serviços mal pagos não transacionáveis internos ao país, força de trabalho comparável à da Índia há 40 anos. Já está a “única superpotência mundial” afligida por larga percentagem de sua população dependente de assistencialismo do governo para sobrevivência. À medida que a economia fecha as portas, a capacidade do governo para atender às crescentes demandas por sobrevivência diminui. Os ricos exigirão que os pobres sejam sacrificados no interesse dos ricos. E os partidos políticos acumpliciar-se-ão com eles.
Is this the reason that Homeland Security, a Nazi Gestapo institution, now has a large and growing para-military force equipped with tanks, drones, and billions of rounds of ammunition?
Será esse o motivo de a Segurança da Pátria, instituição de Gestapo nazista, ter hoje grande e crescente força paramilitar equipada com tanques, aviões não tripulados e biliões de dólares de munição?
How long will it be before American citizens are shot down in their streets by “their” government as occurs frequently in Washington’s close allies in Egypt, Turkey, Bahrain?
Quanto tempo demorará antes que os cidadãos estadunidenses sejam abatidos nas ruas por “seu” governo como ocorre frequentemente nos estreitos aliados de Washington Egito, Turquia, Bahrain?
Americans have neglected the requirements of liberty. Americans are so patriotic and so gullible that all the government has to do is to wrap itself in the flag, and the people, or too many of them, believe whatever lie the government tells. And the gullible people will defend the government’s lie to their death, indeed, to the death of the entire world.
Os estadunidenses deixaram de lado as exigências da liberdade. Os estadunidenses são tão patriotas e tão crédulos que tudo o que o governo tem a fazer é enrolar-se na bandeira e o povo, ou grande parte dele, ou a maioria dele, acreditará em qualquer mentira que o governo disser. E o povo crédulo defenderá a mentira do governo até à morte, na verdade até à morte do mundo inteiro.
If Americans keep believing the government’s lies, they have no future. If truth be known, Americans have already lost a livable future. The neocons’ “American Century” is over before it begun.
Se os estadunidenses continuarem a acreditar nas mentiras do governo, não terão futuro. Se souberem a verdade, perceberão já terem perdido futuro digno de ser vivido. O “Século Estadunidense” já acabou antes de ter começado.
Update: I have heard from educated and aware friends that the presstitute media on the evening news are beating the drums for war. This shows what paid whores the US media is and their total disconnect from reality. Anyone who wastes their time on the US media is a brainwashed idiot, a danger to humanity.
Atualização: Tenho ouvido de amigos instruídos e conscientes que a mídia imprenstituta do noticiário noturno já está soando os tambores de guerra. Isso mostra que puta paga é a mídia Estados Unidos e a total desconexão dela com a realidade. Qualquer pessoa que desperdice seu tempo com a mídia dos Estados Unidos é um idiota de cérebro lavado, um perigo para a humanidade.
Update 8:52 PM August 30: Is the White House idiot going to be a victim of his own careless presidential appointments? Does he have no one to tell him how to escape the dilemma his moronic Secretary of State and National Security Advisor have put him in? Someone needs to tell the WH Fool that he must say that he accepts the conclusion of the world
community that there is not sufficient evidence for launching a military attack on Syria and killing even more people than were killed in the alleged, but unproven, chemical attack, and that he awaits further and better evidence. God help the moron and the unfortunate country that the fool represents.
Atualização 20:52 hs. 30 de agosto: Será que o idiota da Casa Branca será vítima de suas próprias designações de auxiliares? Será que ele não tem ninguém para dizer-lhe como escapar do dilema em que seus paspalhos Secretário de Estado e Assessora de Segurança Nacional o colocaram? Alguém precisar dizer ao Bocó da Casa Branca que ele tem de dizer que aceita a conclusão da comunidade mundial de não haver evidência suficiente para deflagração de ataque militar à Síria e morte de ainda mais gente do que a morta no alegado, mas não provado, ataque químico, e que ele espera posterior e melhor evidência. Deus ajude o paspalho e o infeliz país que o bocó representa.
About Dr. Paul Craig Roberts
Acerca do Dr. Paul Craig Roberts
Paul Craig Roberts was Assistant Secretary of the Treasury for Economic Policy and associate editor of the Wall Street Journal. He was columnist for Business Week, Scripps Howard News Service, and Creators Syndicate. He has had many university appointments. His internet columns have attracted a worldwide following. His latest book, The Failure of Laissez Faire Capitalism and Economic Dissolution of the West is now available.
Paul Craig Roberts foi Secretário Assistente do Tesouro para Política Econômica e editor associado do Wall Street Journal. Foi colunista da Business Week, do Scripps Howard News Service, e do Creators Syndicate. Ocupou muitos cargos em universidades. Suas colunas na internet têm atraído leitores do mundo inteiro. Seu livro mais recente, O Fracasso do Capitalismo de Laissez Faire e a Dissolução Econômica do Ocidente está agora disponível.

No comments:

Post a Comment