Sunday, January 20, 2013

the daily mull - Irena Sendler and Al Gore: the Propaganda Machine Is at it Again


ENGLISH
PORTUGUÊS
the daily mull
the daily mull
mull (mŭl) verb, transitive
1.           To ponder, meditate, be attentive.
2.           To heat up and spice.
mull (mŭl) verbo, transitivo
1.           Ponderar, meditar, estar atento.
2.           Aquecer e temperar.
Irena Sendler and Al Gore: the Propaganda Machine Is at it Again
Irena Sendler e Al Gore: a Máquina de Propaganda Em Ação Outra Vez
Ken Watts - Fri, 2009/10/23 - 4:37pm
Ken Watts – Sexta, 12/10/2009 - 16:37hs
IT'S BEEN A WHILE SINCE my last post about a propaganda email, but the one I received today deserves some comment.
JÁ SE PASSOU ALGUM TEMPO DESDE minha última afixação acerca de email de propaganda, mas o que recebi hoje merece algum comentário.
It's both subtle and unbelievably nasty.
É ao mesmo tempo sutil e inacreditavelmente repugnante.
It begins with a very sweet picture of an old woman smiling, and reads, in part:
Começa com quadro muito doce de uma mulher idosa sorrindo e diz, em parte:
Look at this lady - Let us never forget!
Olhem para esta mulher - Nunca nos esqueçamos!
The world hasn't just become wicked...it's always been wicked. The prize doesn't always go to the most deserving.
O mundo não acaba de tornar-se perverso... ele sempre foi perverso. O prêmio nem sempre vai para os que mais o merecem.
Irena Sendler
Irena Sendler
There recently was a death of a 98 year-old lady named Irena.
Recentemente ocorreu a morte de uma senhora de 98 anos chamada Irena.
She had an 'ulterior motive'.
Ela possuía um 'motivo mais elevado'.
She KNEW what the Nazi's plans were for the Jews (being German).
Ela SABIA quais eram os planos dos nazistas em relação aos judeus (sendo alemã).
Irena smuggled infants out in the bottom of the tool box she carried and she carried in the back of her truck a burlap sack, (for larger kids).
Irena contrabandeou crianças tirando-as no fundo da caixa de ferramentas que carregava, e levava, na carroceria de seu caminhão, um saco de aniagem (para as crianças maiores).
She also had a dog in the back that she trained to bark when the Nazi soldiers let her in and out of the ghetto.
Na carroceria tinha também um cachorro que ela treinara para latir quando os soldados nazistas permitiam a ela a entrada e a saída do gueto.
The soldiers of course wanted nothing to do with the dog and the barking covered the kids/infants noises.
Os soldados, obviamente, não queriam saber do cachorro, e os latidos cobriam os barulhos feitos pelas crianças/bebês.
During her time of doing this, she managed to smuggle out and save 2500 kids/infants.
Durante o período em que fez isso, conseguiu contrabandear e salvar 2500 crianças/bebês.
She was caught, and the Nazi's broke both her legs, arms and beat her severely.
Foi apanhada, e os nazistas quebraram-lhe ambas as pernas, braços e espancaram-na severamente.
Irena kept a record of the names of all the kids she smuggled out and kept them in a glass jar, buried under a tree in her back yard.
Irena mantinha registro dos nomes de todas as crianças que contrabandeou e mantinha-o num vidro enterrado debaixo de uma árvore em seu quintal.
After the war, she tried to locate any parents that may have survived it and reunited the family.
Depois da guerra, tentou localizar pais que pudessem ter sobrevivido e reunificado a família.
Most had been gassed. Those kids she helped got placed into foster family homes or adopted.
A maioria havia morrido em câmaras de gás. As crianças que ela ajudou foram colocadas em famílias de adoção temporária ou adotadas definitivamente.
Last year Irena was up for the Nobel Peace Prize.
No ano passado Irena era candidata ao Prêmio Nobel da Paz.
She was not selected.
Não foi escolhida.
Al Gore won --- for a slide show on Global Warming.
Al Gore venceu --- com uma sequência de transparências acerca do Aquecimento Global.
The second half of the email—almost as long as the part above—declares that it is a "memorial chain" designed to help make sure that the world never forgets the Holocaust.
A segunda metade do email — quase tão longa quanto a parte acima — declara ser o email uma "corrente memorial" concebida para assegurar que o mundo nunca esqueça o Holocausto.
It goes into some detail about the horrors of the Holocaust, and urges the readers to do their part by continuing the memorial chain.
Desce a algum detalhe acerca dos horrores do Holocausto, e insta os leitores a fazerem sua parte mediante darem continuidade à corrente memorial.
So what's wrong with that?
Ora, o que há de errado nisso?
The answer, of course, is that there is nothing at all wrong with a chain letter designed to remind people of the Holocaust—and certainly nothing wrong with a chain letter designed to spread the story of this brave woman.
A resposta, naturalmente, é que não há nada errado, em absoluto, numa carta circulante concebida para lembrar as pessoas do Holocausto — e certamente nada errado numa carta circulante projetada para disseminar a história dessa corajosa mulher.
There is, however, something terribly wrong with using both our emotions about the Holocaust and our admiration of Irena's courage and love to make two cheap political shots look high minded and moral.
Há, porém, algo terrivelmente errado em usar tanto nossas emoções acerca do Holocausto quanto nossa admiração pela coragem e pelo amor de Irena para fazer dois ataques verbais políticos covardes parecerem nobres e morais.
If you look at the structure of the email, you'll notice that it is, quite intentionally, not what it seems:
Se você observar a estrutura do email, notará que ele, muito intencionalmente, não é o que parece:
1. Opening thesis statement: The world hasn't just become wicked...it's always been wicked. The prize doesn't always go to the most deserving.
1. Enunciado da tese de abertura: O mundo não acaba de tornar-se perverso... ele sempre foi perverso. O prêmio nem sempre vai para os que mais o merecem.
This tells the reader, up front, what the email is really about.
Isso diz ao leitor, logo de cara, a que o email realmente diz respeito.
2. Irena's story.
2. A história de Irena.
This is told as background information to the claim in the thesis.
É contada como informação de fundo para a afirmação contida na tese.
3. The punch-line: Last year Irena was up for the Nobel Peace Prize. She was not selected. Al Gore won --- for a slide show on Global Warming.
3. A afirmação crucial: No ano passado Irena era candidata ao Prêmio Nobel da Paz. Não foi escolhida. Al Gore venceu --- com uma sequência de transparências acerca do Aquecimento Global.
As is common with these propaganda pieces, the punch-line leaves the actual conclusion implied. If the reader has to make the connection for his or herself, he or she is more likely to believe it.
Como é comum nessas peças de propaganda, a afirmação crucial deixa a conclusão real implícita. Se for deixado ao leitor fazer a conexão por conta própria, ele mais provavelmente acreditará nela.
4. The conclusion we're supposed to draw has several parts:
4. A conclusão à qual supostamente devemos chegar tem diversas partes:
a. Al Gore didn't deserve the peace prize.
a. Al Gore não merecia o prêmio da paz.
b. Irena did deserve the peace prize.
b. Irena merecia o prêmio da paz.
c. Al Gore got the peace prize for reasons that are "wicked" in some sense.
c. Al Gore obteve o prêmio da paz por motivos que são, em algum sentido, "perversos."
d. The Nobel Committee is somehow implicated in all of this.
d. A Comissão do Nobel está, de algum modo, implicada em tudo isso.
e. The Nobel Committee and Al Gore are thus on the side of "wickedness", along with the Nazi's, and Irena and the reader on on the side of goodness, along with the author of the email.
e. A Comissão do Nobel e Al Gore estão portanto do lado da "perversidade", juntamente com os nazistas, e Irena e o leitor estão do lado da bondade, juntamente com o autor do email.
f. Which brings us full circle to explain the opening thesis.
f. O que completa o círculo para explicar a tese de abertura.
5. After the punch-line, and after those subtle conclusions have been thoroughly implied, a long bit about the holocaust is added.
5. Depois da afirmação crucial, e depois de aquelas sutis conclusões terem sido deixadas completamente implícitas, longo trecho acerca do Holocausto é acrescentado.
This is designed to do three things:
O que visa a três coisas:
a. Distract the readers from the message that has just been planted, before they have time to question it,
a. Distrair os leitores da mensagem que acaba de ser plantada, antes de eles terem tempo de questioná-la,
b. Solidify the connection between the readers and the author—what kind of person isn't going to agree that the Holocaust was horrible?
b. Solidificar a conexão entre os leitores e o autor — que tipo de pessoa não concordará com que o Holocausto foi horrível?
c. Motivate the readers to send this viral message on to its next victims.
c. Motivar os leitores para que enviem essa mensagem virótica para suas próximas vítimas.
In the process, the email suddenly transforms itself from a story about how "The prize doesn't always go to the most deserving" and a cheap shot at Al Gore, to a high-minded "memorial chain" about the holocaust.
Nesse processo, o email subitamente transforma-se de uma história acerca de como  "O prêmio nem sempre vai para os que mais o merecem" e de um ataque verbal covarde a Al Gore numa nobre "corrente memorial" acerca do holocausto.
It's a very subtle, and very sleazy, little piece of brainwashing.
É um muito sutil, e muito sórdido, pequeno texto de lavagem cerebral.
The readers are left with the vague impression that there are two sides to the world—good people, like themselves, who pass on "memorial chains" and care about people like Irena, and "wicked" people, like the Nazi's and the Nobel Peace Prize Committee and Al Gore.
Os leitores são deixados com a vaga impressão de que há dois lados do mundo — pessoas boas, como eles próprios, que passam adiante  "correntes memoriais" e se preocupam com pessoas como Irena, e pessoas "perversas," como os nazistas, a Comissão do Prêmio Nobel da Paz e Al Gore.
Most readers won't even know that a criteria for the Peace Prize is being involved in significant activities during the past two years, and that therefore she didn't even qualify by the basic rules, at the time.
A maioria dos leitores nem saberá que um dos critérios para o Prêmio da Paz é estar envolvido em atividades importantes no decorrer dos últimos dois anos, e que portanto ela não se qualificava nem mesmo a partir das regras básicas, à época.
Most readers will believe the email's silly allegation that Gore won the prize for his slide show.
A maioria dos leitores acreditará na alegação idiota do email de que Gore ganhou o prêmio por sua sequência de transparências.
After all, that's what he's most famous for.
Afinal de contas, é por isso que ele é mais conhecido.
Was the slide show, and the book, part of that? Sure. And that's bad because...?
Foram a sequência de transparências, e o livro, parte desse esforço? Claro que sim. E isso é reprovável porque ...?
But the worst thing about this email is the disrespectful attitude the author takes toward Irena's heroism and the victims of the Holocaust.
A pior coisa acerca desse email, porém, é a atitude desrespeitosa que o autor assume em relação ao heroísmo de Irena e às vítimas do Holocausto.
If the author wants to take a cheap shot at Al Gore, or the Nobel Committee, that's fine.
Se o autor quer fazer um ataque verbal covarde a Al Gore, ou à Comissão do Nobel, tudo bem.
But it's not fine to use this woman's courage, or the sorrows of holocaust survivors, as a screen for cheap propaganda tricks.
Mas não está nada bem usar a coragem dessa mulher, ou os pesares dos sobreviventes do holocausto, como tela para truques de propaganda barata.
People have real emotions about these things, and it's not appropriate to use those emotions to manipulate them for slick political ends.
As pessoas têm emoções reais a respeito dessas coisas, e não é apropriado usar essas emoções para manipulá-las a bem de objetivos políticos solertes.
Irena is proof enough that the world is not uniformly wicked.
Irena é prova suficiente de que o mundo não é uniformemente perverso.
This email is proof enough that some people are.
Esse email é prova suficiente de que algumas pessoas são perversas.
At least, that's what I think today.
Pelo menos é o que acredito hoje.

No comments:

Post a Comment