Friday, July 13, 2012

C4SS - The Manufactured Debate Over Obamacare

ENGLISH
PORTUGUÊS
Center for a Stateless Society
Centro por uma Sociedade Sem Estado
building awareness of the market anarchist alternative
na construção da consciência da alternativa anarquista de mercado
The Manufactured Debate Over Obamacare
O Debate Fabricado Acerca do Obamacare
Carson: Heads they win, tails you lose.
Carson: Cara eles ganham, coroa você perde.
Posted by Kevin Carson on June 28, 2012 in Commentary
Afixado por Kevin Carson em 28 de junho de 2012 em Commentary
Contrary to outraged cries from Republicans that it’s some sort of radical departure from our “free enterprise” system, Obamacare is in fact a direct continuation of the bipartisan neoliberal consensus of the past thirty years. The guiding principle of this consensus is the use of state power to protect corporate profits — which consist mostly of rents on artificial scarcity — from the radical deflationary effects of technologies of abundance. In the spirit of the original American state capitalist, Alexander Hamilton, this consensus seeks to maintain the value of the enormous concentrations of land and capital owned by the rentier classes, and guarantee the returns on them.
Contrariamente a clamor indignado de Republicanos de tratar-se de uma espécie de desvio radical de nosso sistema de “livre empresa,” o Obamacare é na verdade continuação direta do consenso neoliberal bipartidário dos últimos trinta anos. O princípio orientador desse consenso é o uso do poder do estado para proteger lucros corporativos — que consistem, em sua maioria, em rentismo obtido à custa de escassez artificial — dos efeitos deflacionários radicais das tecnologias da abundância. No espírito do capitalista de estado original estadunidense, Alexander Hamilton, esse consenso visa à manutenção do valor das enormes concentrações de terra e capital de propriedade das classes rentistas, e dos retornos respectivos.
The Digital Millennium Copyright Act and subsequent draconian digital copyright legislation sought to guarantee the artificial scarcity rents of the proprietary content industries in the face of technologolies of abundance like file-sharing. Both the Paulsen and Geithner versions of TARP use taxpayer money to prop up bubble-inflated real estate prices. And now we have Obamacare, which operates on essentially the same premises as Bush’s Medicare Part D:
A Lei de Copyright do Milênio Digital e subsequente legislação draconiana de copyright digital buscaram garantir o rentismo oriundo da escassez artificial das indústrias de conteúdo patenteado face às tecnologias de abundância tais como o compartilhamento de arquivos. Ambas as versões, Paulsen e Geithner, do TARP - Troubled Asset Relief Program - Programa de Socorro a Ativos em Dificuldades usam dinheiro do contribuinte para sustentar preços inflados pela bolha de imóveis. E temos agora o Obamacare, que funciona essencialmente com as mesmas premissas do Medicare Parte D de Bush:
* It leaves in place all the state-enforced artificial scarcities, artificial property rights, entry barriers and cartels that act as sources of rent and fuel bloated industry profits;
* Deixa em vigor todas as formas de escassez artificial, direitos artificiais de propriedade, barreiras à entrada no mercado e cartéis feitos cumprir pelo estado as quais, em conjunto, funcionam como fontes de rentismo e são causa de lucros inflados da indústria;
* These state-granted monopolies as a given, it requires individuals to purchase these products at the monopoly price;
* Garantidos esses monopólios concedidos pelo estado, requer que as pessoas comprem esses produtos a preço de monopólio;
* It uses taxpayer money to fund the purchase of corporate healthcare at the state-enforced monopoly price for those who cannot afford it; and
* Usa dinheiro do contribuinte para financiar a compra de planos de saúde corporativos, no preço de monopólio sustentado pelo estado, por aqueles que não aguentam pagá-los; e
* It specifically forswears, as part of a political deal, the use of the federal government’s bargaining power as a purchaser to negotiate lower drug prices.
* Renega especificamente, como parte de um acordo político, o uso do poder de barganha do governo federal como comprador para negociar preços mais baixos de medicamentos.
It’s probably not a coincidence that, upon news that the Supreme Court had held up the individual mandate, health insurance companies’ stock immediately began to rise.
Provavelmente não terá sido coincidência, diante de notícias de que o Supremo Tribunal mantivera a compulsoriedade de compra de plano de saúde pelas pessoas, as ações de empresas de saúde terem começado imediatamente a subir.
A free market healthcare reform, in contrast, would do just the opposite. It would eliminate all these monopolies and artificial scarcities enforced by the state, and allow market competition to drive healthcare prices down to the actual cost of provision. It would include:
Uma reforma dos serviços de saúde num livre mercado, em contraste, faria exatamente o contrário. Eliminaria todos esses monopólios e formas de escassez artificial tornados compulsórios pelo estado, e permitiria à competição de mercado empurrar para baixo os preços dos serviços de saúde, até atingirem o custo real de serem fornecidos. Tal reforma incluiria:
* The elimination or radical scaling back of drug patents, resulting in up to a 95% reduction in drug prices;
* Eliminação ou redução radical de patentes de medicamentos, resultando em até 95% de redução nos preços de medicamentos;
* The elimination or radical scaling back of patents on medical equipment, opening the market to cheaper, open-source modular hardware designed for compatibility and ease of repair;
* Eliminação ou redução radical de patentes de equipamentos médicos, abrindo-se o mercado para equipamentos modulares de código aberto concebidos com intenção de assegurar compatibilidade e facilidade de reparo;
* The elimination or radical scaling back of medical licensing — in particular, the power of licensing boards to limit the number of competing practitioners, and the requirement of full medical or dental school licensing to perform procedures for which clinical practitioners are fully competent;
* Eliminação ou redução radical de licenciamento médico — em particular, do poder de juntas de licenciamento para limitar o número de profissionais competidores, e da exigência de licenciamento pleno por faculdade médica ou odontológica para efetuar procedimentos para os quais profissionais clínicos sejam plenamente competentes;
* The resulting reductions in overhead and capital outlay might make it feasible for community nonprofits currently in financial difficulty to reorganize as multi-stakeholder cooperatives, rather than sell out to national hospital chains — like the Bill Frist-Rick Scott Crime Family and its sister chains headquartered in Nashville — that would hollow them out and understaff them.
* As reduções resultantes de overhead [despesas gerais] e desembolso de capital poderiam tornar viável para organizações sem fins lucrativos comunitárias atualmente com dificuldades financeiras reorganizarem-se como cooperativas de múltiplos cooperados, em vez de serem compradas por cadeias nacionais de hospitais — como a Bill Frist-Rick Scott Crime Family e suas cadeias irmãs sediadas em Nashville — que as esvaziariam e reduziriam seus quadros de pessoal.
So our choice is not one between a healthcare system administered by the state, and one administered by Columbia HCA, Pfizer and Kaiser Permanente. Those are really just two sides of the same coin, with ordinary people locked into dependence on unaccountable state and corporate bureaucracies that keep healthcare artificially scarce. Obamacare is actually a corporate welfare program for the big healthcare corporations. The real choice is between the corporate-state healthcare system of Clinton, Bush, Obama and Romney, and a genuine free market healthcare system controlled by us.
Portanto, nossa escolha não é entre um sistema de saúde administrado pelo estado e um administrado por Columbia HCA, Pfizer e Kaiser Permanente. Esses são apenas dois lados da mesma moeda, com as pessoas comuns sem opção a não ser dependência de um estado acima de prestação de contas/responsabilização e burocracias corporativas que mantêm os serviços de saúde artificialmente escassos. O Obamacare é em realidade um programa assistencialista corporativo para as grandes corporações da área de saúde. A escolha real é entre o sistema de serviços de saúde estatal-corporativo de Clinton, Bush, Obama e Romney, e um genuíno sistema de serviços de saúde de livre mercado controlado por nós.
Kevin Carson is a senior fellow of the Center for a Stateless Society (c4ss.org) and holds the Center's Karl Hess Chair in Social Theory. He is a mutualist and individualist anarchist whose written work includes Studies in Mutualist Political Economy, Organization Theory: A Libertarian Perspective, and The Homebrew Industrial Revolution: A Low-Overhead Manifesto, all of which are freely available online. Carson has also written for such print publications as The Freeman: Ideas on Liberty and a variety of internet-based journals and blogs, including Just Things, The Art of the Possible, the P2P Foundation, and his own Mutualist Blog.
Kevin Carson é integrante de alto nível do Centro por uma Sociedade sem Estado (c4ss.org) e titular da Cadeira Karl Hess de Teoria Social do Centro. É anarquista mutualista e individualista cuja obra escrita incui Estudos de Economia Política Mutualista, Teoria da Organização: Uma Perspectiva Libertária, e A Revolução Industrial Gestada em Casa: Manifesto de Baixo Overhead, todos livremente disponíveis online. Carson tem também escrito para publicações impressas como O Homem Livre: Ideias acerca de Liberdade e para diversos periódicos e blogs da internet, inclusive  Apenas Coisas, A Arte do Possível, a Fundação P2P, e seu próprio Blog Mutualista.

No comments:

Post a Comment