Saturday, May 5, 2012

Americas South and North - On This Date in Latin America - May 1, 1865: The Treaty of the Triple Alliance

ENGLISH
PORTUGUÊS
Americas South and North
Américas Sul e Norte
A Look at History and Issues from Tierra del Fuego to the Arctic.
Um Olhar Voltado para História e Questões da Terra do Fogo ao Ártico.
May 1, 2012
1º. de maio de 2012
One hundred and forty-seven years ago today, Brazil, Argentina, and Uruguay signed an alliance treaty, joining forces against Paraguay in what would become one of the most devastating wars in modern history. By the end of the Paraguayan War (or War of the Triple Alliance) in 1870, and Brazil was well on its way towards abolishing slavery.
Há cento e quarenta e sete anos Brasil, Argentina e Uruguai assinaram um tratado de aliança, juntando forças contra o Paraguai naquela que se tornaria uma das mais devastadoras guerras da história moderna. Ao final da Guerra do Paraguai (ou Guerra da Tríplice Aliança) em 1870, o Brasil caminhou decisivamente para abolir a escravatura.
Photo - Brazilian troops in Paraguay during the Paraguayan War (also known as the War of the Triple Alliance).
Foto - Tropas brasileiras no Paraguai durante a Guerra do Paraguai (também conhecida como Guerra da Tríplice Aliança).
Although the war did not officially begin until 1865 (with skirmishes and battles taking place in 1864), it originally had its origins in the regional politics and conflict between conservatives and liberals in Brazil, Argentina, and Uruguay in the 1850s and 1860s. Throughout the middle of the nineteenth century, Brazil and Argentina had been rivals over the Rio de la Plata region, with Brazil supporting the liberal Colorado Party in Uruguay and helping Uruguay and Argentine provinces overthrow conservative Argentine dictator Juan Manuel de Rosas in 1852.
Embora a guerra só tenha começado oficialmente em 1865 (escaramuças e batalhas ocorreram em 1864), ela originalmente teve suas origens na política regional e no conflito entre conservadores e liberais em Brasil, Argentina e Uruguai nos anos 1850 e 1860. Em meado século dezenove Brasil e Argentina haviam sido rivais no tocante à região do Rio da Prata, com o Brasil apoiando o Partido Colorado no Uruguai e ajudando o Uruguai e províncias argentinas a derrubarem o ditador Juan Manuel de Rosas em 1852.
In spite of Brazilian support, the Colorado Party in Uruguay fell to the conservative Blanco Party. In 1863, a series of alleged invasions from Uruguay into the Brazilian province of Rio Grande do Sul led Brazil to demand that either Uruguay pay damages and punish those guilty of the incursions, or Brazil would send its army to force punishment and payment. In response, the Uruguayan Blancos turned to Paraguayan dictator Francisco Solano López. However, Brazil launched a blockade of Uruguay and sent troops into its southern neighbor, and the Blanco Party’s government quickly collapsed, with a government more favorable to Brazil quickly filling the vacuum. In response, López attempted to monopolize the Paraná river basin, a vital waterway for Paraguay, Uruguay, Argentina, and Brazil. López also sent Paraguayan forces into Brazilian territory and, when Argentina refused to allow Paraguayan troops to cross its territory, López declared war on and invaded Argentina as well, forcing a new alliance between the traditional rivals of Argentina and Brazil. Thus, on May 1, 1865, Argentina, Brazil, and Uruguay all signed the Treaty of the Triple Alliance, pledging to fight against Paraguay.
A despeito do apoio brasileiro, o Partido Colorado do Uruguai perdeu para o conservador Partido Blanco. Em 1863, uma série de alegadas invasões do Uruguai na província brasileira do Rio Grande do Sul levou o Brasil a exigir que o Uruguai ou pagasse indenização e punisse os culpados pelas incursões, ou o Brasil mandaria seu exército para forçar punição e pagamento. Em reação, os Blancos uruguaios voltaram-se para o ditador paraguaio Francisco Solano López. Nada obstante, o Brasil, deflagrou bloqueio do Uruguai e mandou tropas para seu vizinho do sul, e o governo do Partido Blanco rapidamente entrou em colapso, com um governo mais favorável ao Brasil preenchendo rapidamente o vácuo. Em reação, López tentou monopolizar a bacia do rio Paraná, via fluvial vital para Paraguai, Uruguai, Argentina e Brasil. López também enviou forças paraguaias para dentro do território brasileiro e, quando a Argentina recusou-se a permitir que tropas paraguaias cruzassem seu território, López declarou guerra à Argentina e a invadiu, forçando nova aliança entre os tradicionais rivais Argentina e Brasil. Assim, em 1o. de maio de 1865, Argentina, Brasil e Uruguai assinaram todos o Tratado da Tríplice Aliança, comprometendo-se a lutar contra o Paraguai.
While the Alliance anticipated a quick victory, the war quickly became a quagmire for the three countries, and by the end of 1866, both Argentina and Uruguay had effectively stopped fighting, turning the war into a fierce contest between Brazil’s and Paraguay’s armies. By mid-1865, the Paraguayan riverboat fleet was destroyed. However, although outnumbered, Paraguayan troops were better trained and disciplined than their Brazilian counterparts. Early in the war, the Brazilian army suffered a string of defeats.
Embora a Aliança previsse rápida vitória, a guerra rapidamente tornou-se um atoleiro para os três países e, ao final de 1866, tanto Argentina quanto Uruguai na prática pararam de lutar, transformando a guerra numa feroz competiçãoentre os exércitos do Brasil e do Paraguai. Em meado 1865 a frota de barcos fluviais do Paraguai foi destruída. Entretanto, apesar da inferioridade numérica, as tropas do Paraguai estavam melhor treinadas e disciplinadas do que suas contrapartes brasileiras. No início da guerra, o exército brasileiro sofreu uma série de derrotas.
Photo - Paraguayan forces in battle during the Paraguayan War.
Foto - Forças paraguaias em batalha durante a Guerra do Paraguai.
However, as the war progressed, Brazil gained the upper hand as it modernized its army and professionalized its military institutions. Between 1865 and 1870, the Brazilian government spent nearly $300 million as it mobilized over 200,000 soldiers to fight, including slaves who were pledged their freedom in exchange for service. This led to increasingly racialized portrayals of the armys: Brazil framed the war as a battle of “civilization” against the “savage” and heavily-Guaraní culture and society of Paraguay; at the same time,  Paraguay portrayed Brazil as a “degenerate” nation of slave-owners, mulattos, and Afro-descendants whose alleged barbarity stood no chance before Paraguayan society.
Entretanto, à medida que a guerra progredia, o Brasil conseguiu posição de vantagem, na medida em que modernizou seu exército e profissionalizou suas instituições militares. Entre 1865 e 1870, o governo brasileiro gastou perto de $300 milhões de dólares mobilizando mais de 200.000 soldados para a luta, inclusive escravos aos quais era prometida liberdade em troca de servirem. Isso levou a os exércitos serem cada vez mais retratados racialmente: o Brasil pintava a guerra como batalha da “civilização” contra a “selvagem” e fortemente Guarani cultura da sociedade do Paraguai; ao mesmo tempo, o Paraguai retratava o Brasil como uma nação “degenerada” de donos de escravos, mulatos e descendentes de africanos cuja alegada barbaridade não tinha como contar com a mínima simpatia da sociedade paraguaia.
Photo - A Brazilian priest with Paraguayan refugees during the war. The indigenous features of many Paraguayans led Brazil to portray Paraguay as racially inferior to Brazil, even while Paraguayan propaganda drew on Brazilian slavery to portray the lusophone country as inherently inferior to Paraguayan forces.
Foto - Padre brasileiro com refugiados paraguaios durante a guerra. As feições indígenas de muitos paraguais levaram o Brasil a retratar o Paraguai como racialmente inferior ao Brasil, enquanto, por sua vez, a propaganda paraguaia tirava proveito da escravidão existente no Brasil para retratar o país lusófono como inerentemente inferior às forças paraguaias.
Brazil’s resources and manpower ultimately made the war increasingly lopsided, however. By January of 1869, Asunción fell, and Brazilians celebrated. Solano López did not surrender, however, instead shifting to guerrilla tactics, and the war raged on for another fourteen months until Brazilian forces captured Paraguayan troops, including Solano López, who died in the process. Thus, after more than five years and well over 400,000 civilian and military casualties, the war came to an end.
Entanto, os recursos e a quantidade de homens do Brasil acabaram fazendo a guerra tornar-se cada vez mais desequilibrada. Em janeiro de 1869,  Asunción caiu, e os brasileiros comemoraram. Solano López, porém, não se rendeu, e sim passou a recorrer a táticas de guerrilha, e a guerra continuou por mais quatorze meses até que as forças brasileiras capturaram tropas paraguaias, inclusive Solano López, que morreu no processo. Assim, pois, depois de mais de cinco anos e bem mais de 400.000 baixas civis e militares, a guerra chegou ao fim.
Photo - The last known photo of Paraguayan dictator Francisco Solano López, whose death in battle/capture in 1870 marked the end of the Paraguayan War.
Foto - A última foto conhecida do ditador paraguaio Francisco Solano López, cuja morte em batalha/captura em 1870 marcou o fim da Guerra do Paraguai.
While the war ended in 1870, it fundamentally transformed Brazilian, Paraguayan, and Argentine society and politics for generations to come. While Argentina had not been nearly as involved in the war as Brazil, the war did allow a new level of nation-building in the country in a process that would further intensify as Argentina launched genocidal military campaigns against indigenous peoples in Patagonia later in the 1800s. And the alliance drew Brazil and Argentina, traditional rivals up to that point, into closer relations.
Embora finda a guerra em 1870, ela transformou fundamentalmente a sociedade e a política brasileira, paraguaia e argentina por gerações a fio. Embora a Argentina não se tivesse envolvido na guerra nem perto do que o fez o Brasil, a guerra deu ocasião a um novo nível de consciência nacional de país num processo que se intensificaria ao a Argentina deflagrar mais tarde, nos anos 1800, campanhas militares genocidas contra povos indígenas na Patagônia. E a aliança levou Brasil e Argentina, rivais tradicionais até aquela altura, a relações mais próximas.
The war also intensified nation-building in Brazil. The southern-most provinces had always been isolated from the imperial capital in Rio de Janeiro, and earlier in the 1800s there had even been secession movements in provinces like Rio Grande do Sul. However, the war provided the context for infrastructural development in and incorporation of the southernmost provinces into the nation. With the declaration of war, the government strung telegraph lines  to tie South to the capital, creating a level of communication between the two regions that had previously been absent. Additionally, the country witnessed industrial growth and expansion, based on wartime need for production of materiel. At the same time, Brazilian politics transformed in two significant ways. Some politicians felt the war revealed the weaknesses of Emperor Pedro II’s rule and of the imperial government more generally, and began to form alliances, views, and groups that would ultimately take part in the end of the empire and the formation of a republic in 1889. Slaves who fought in war fought well and were granted freedom, leading officers to question the institution of slavery more generally. Finally, the military also became a major political actor in the wake of the war, in part to counter the criticisms of politicians who felt the military took too long to win. In order to defend its efforts, the military was drawn into broader political debates, and it would remain a major actor in national politics, appointing and deposing leaders at various moments well into the latter half of the 20th century.
A guerra também intensificou a consciência de nação no Brasil. As províncias mais ao sul haviam sempre sido isoladas da capital imperial no Rio de Janeiro, e antes, nos anos 1800, havia havido movimentos de secessão em províncias como Rio Grande do Sul. Entretanto, a guerra ofereceu o contexo para desenvolvimento de infraestrutura e incorporação das províncias do sul no país. Com a declaração de guerra, o governo criou linhas de telégrafo ligando o Sul à capital, criando nível de comunicação entre as duas regiões antes ausente. Além disso, o país testemunhou crescimento e expansão industriais, baseados na necessidade do tempo da guerra de produção de equipamentos militares. Ao mesmo tempo, a política brasileira transformou-se de duas maneiras significativas. Alguns políticos entenderam que a guerra havia revelado as fraquezas do governo do Imperador Pedro II e, de maneira mais geral, do governo imperial, e começaram a formar alianças, pontos de vista e grupos que por fim tomariam parte no fim do império e na formação da república em 1889. Os escravos que lutaram na guerra lutaram bem e ganharam a liberdade, levando autoridades a questionar a instituição da escravatura de maneira mais geral. Finalmente, a instituição militar também tornou-se agente político importante na esteira da guerra, em parte para contrapor-se a críticas de políticos que achavam que os militares haviam levado tempo demais para vencer. Para defender sua atuação, a instituição militar foi levada a debates políticos mais amplos, e permaneceria como agente político importante na política nacional, nomeando e depondo líderes em diversos momentos até mesmo na última metade do século 20.
As for Paraguay, it paid a heavy price for the war. While Brazil had lost more than 50,000 soldiers, mostly to disease, Paraguay was absolutely devastated by the war. More than half of the country’s entire population died during the war, and a much greater percentage of the male population died (with some unconfirmed estimates putting the number at 90% of the total male population). The demographic loss set Paraguay back decades as political, economic, and cultural elites of the future died in battle or, more regularly, from diseases like cholera and other war-time illnesses.
Quanto ao Paraguai, pagou alto preço pela guerra. Embora o Brasil tenha perdido mais de 50.000 soldados, na maioria por causa de doenças, o Paraguai foi absolutamente devastado pela guerra. Mais da metade da população inteira do país morreu durante a guerra, e percentagem muito maior da população masculina morreu (com algumas estimativas não confirmadas situando o número em 90% da população masculina total). A perda demográfica fez o Paraguai ficar décadas para trás, visto que as elites políticas, econômicas e culturais do futuro morreram em batalha ou, mais comumente, de doenças como cólera e outras doenças de tempo de guerra.
For those interested in the War and its impact on Brazilian military institutions,  politics, nation, and society, I highly recommend Peter M. Beattie’s The Tribute of Blood: Army, Honor, Race, and Nation in Brazil, 1864-1945.
Para interessados na Guerra e seu impacto sobre as instituições militares, a política, a nação e a sociedade do Brasil, recomendo enfaticamente O Tributo do Sangue: Exército, Honra, Raça e Nação no Brasil, 1864-1945, de Peter M. Beattie.

No comments:

Post a Comment