Tuesday, March 13, 2012

Americas South and North; and Americas Program - Brazil's Olympics and World Cup

ENGLISH
PORTUGUÊS
Americas South and North
Américas Sul e Norte
A Look at History and Issues from Tierra del Fuego to the Arctic.
Um Olhar Voltado para História e Questões da Terra do Fogo ao Ártico.
Around Latin America
Pela América Latina
March 10, 2012
10 de março de  2012
-Rio de Janeiro’s mayor, Eduardo Paes, declared that the 2016 Olympics to be held there have provided a “fantastic excuse” to transform and reshape the urban landscape of the city. However, as is often the case, the poor are unfairly feeling the brunt of this urban “renovation,” and they understandably are not taking their forced removal lightly, fighting in the courts and the streets to protect their equal rights as citizens.
-O Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, declarou que os Jogos Olímpicos de 2016 oferecem  “fantástico pretexto” para transformar e remodelar o panorama urbano da cidadeto. Como amiúde acontece, porém, os pobres estão injustamente sentindo o maior ímpeto dessa “renovação” urbana e compreeensivelmente  não ficam passivos diante de seu despejo forçado, lutando nos tribunais e ruas para proteger seus direitos iguais como cidadãos.
Americas Program
Programa das Américas
The Bitter Taste of Brazil’s World Cup
O Gosto Amargo da Copa do Mundo no Brasil
Posted on: 20/02/2012 by Raúl Zibechi
Afixado em: 20/02/2012 por Raúl Zibechi
With two years to go before the World Cup in Brazil, already people are questioning the massive evictions caused by the Cup’s enormous infrastructure projects and the legal privileges that must be conceded to the all-powerful FIFA, which has set itself up as a kind of super-state capable of imposing its own laws and special tribunals.
Dois anos antes da Copa do Mundo no Brasil pessoas já questionam os despejos maciços causados pelos enormes projetos de infraestrutura da Copa e os privilégios legais com que terá de ser aquinhoada a todo-poderosa FIFA, que se erigiu como espécie de superestado capaz de impor suas próprias leis e tribunais especiais.
By Raúl Zibechi
Por Raúl Zibechi
“The people believe that they will prosper with the arrival of the World Cup, but the truth is that they will be brutally repressed,” warns Roberto Morales, advisor to Socialist Liberty Party Representative Marcelo Freixo. The agreements between the Brazilian government and the Federate International Football Association (FIFA) restrict merchandise sales around the stadiums and ban vendors from coming within two kilometers of the events.
“A população tem a ilusão de que irá lucrar com os eventos da Copa, mas a verdade é que será brutalmente reprimida”, assegura Roberto Morales, assessor do deputado Marcelo Freixo, do Partido do Socialismo e Liberdade. Os acordos entre o governo do Brasil e a FIFA limitam a venda informal em torno dos estádios, expulsando os vendedores para um raio de dois quilômetros de distância dos eventos.
“The World Cup will be great business, but only for the big sporting goods companies and those authorized to sell food and drinks,” Morales laments.
“A Copa será grande negócio para os grandes empresários do esporte e para quem for autorizado a vender comida e bebida”, lamenta .
Morales is part of the Popular Committee of the World Cup that was created when people decided to resist being forcibly evicted from their homes to make way for new facilities for the Panamerican Games in Rio de Janeiro in 2007. “We began to see that evictions aren’t the only problem with hosting big events– we also saw other problems, such as corruption. The new facilities for the Panamerican Games were supposed to cost 300 million reales but they ending up costing 3.5 billion.” That’s a total of nearly two billion dollars.
Morales participa do Comitê Popular da Copa criado durante os Jogos Panamericanos no Rio de Janeiro em 2007, quando as pessoas que estavam sendo despejadas à força para dar lugar às obras começaram a resistir aos traslados. “Além disso, começamos a perceber que os despejos não eram o único problema na hospedagem de grandes eventos - observamos outros problemas, como corrupção. As obras dos Panamericanos estavam orçadas em 300 milhões de reais, mas acabaram custando 3,5 biliões.” É total próximo de dois biliões de dólares.
This situation is especially visible in Rio de Janeiro–one of the main sites for the 2014 World Cup and the host of the 2016 Summer Olympic Games. Popular Committees have been formed in all 12 of the cities that will host games for the World Cup, and they are mobilizing under the banner that demands that “The World Cup and the Olympics must respect human rights.”
Essa situação é especialmente visível no Rio de Janeiro, uma das sedes principais da Copa de 2014 e anfitriã dos Jogos Olímpicos de 2016. Nas doze cidades que serão sedes da Copa do Mundo foram criados Comitês Populares que se estão mobilizando sob a égide do lema “Copa e Olimpíadas com respeito aos direitos humanos”.
On Dec. 12, the committees presented officials of the twelve site cities with a dossier entitled “Mega-events and Human Rights Violations in Brazil.” The documents analyze issues ranging from the right to housing, to labor rights for the workers who build the new facilities, to the lack of environmental impact studies on projects that are running up against the clock.
Em 12 de dezembro esses comitês entregaram às autoridades das doze cidades um dossiê intitulado “Megaeventos e violações dos direitos humanos no Brasil”, onde detalham desde a violação do direito à habitação e das leis do trabalho nas obras até a falta de estudos de impacto ambiental de obras que correm contra o relógio.
The Right to Housing
O Direito à Habitação
Brazil has a housing deficit of 5 million units. The construction projects for the World Cup, from the new stadiums to airport and highway renovations, will cost 20 billion dollars—all for a tournament that will last less than a month. To put this amount in context, that’s nearly half of Uruguay’s annual GDP. This colossal investment will be extracted from all tax-paying Brazilians for the benefit of a few select corporations.
O Brasil tem um déficit habitacional de cinco milhões de residências. As obras da Copa do Mundo, desde os estádios até a ampliação de aeroportos e rodovias, terão custo total de cerca de 20 biliões de dólares, quase a metade do PIB do Uruguai para um campeonato de duração inferior a um mês. Cifra colossal que provém dos impostos pagos pelos brasileiros em benefício de umas poucas corporações selecionadas.
Even though the government hasn’t given out any information on how many families will be evicted by the new projects, it is estimated that they will affect 170,000 people. The group of Popular Committees has detected a pattern that is repeated in all of the cities where evictions will occur. They claim that “The lack of prior information and notification generates instability and fear with respect to the future,” which paralyzes the at-risk families and puts them at the mercy of speculators and powerful interests.
Embora o governo não preste informações acerca dos despejos forçados que as obras provocarão, avalia-se que afetarão cerca de 170 mil pessoas. Os Comitês Populares detectaram uma espécie de padrão que se repete em todas as cidades onde haverá despejos: “A falta de informação e notificação prévia gera instabilidade e medo do futuro,” o que paralisa as famílias em risco e as coloca à mercê de especuladores e dos interesses poderosos, assinala o relatório dos Comitês Populares.
Nearly all who will be affected live in poor neighborhoods and often times in precarious, informal housing arrangements. In the metropolitan area of Curitiba, 1,173 properties will be affected by the construction of the new 52-kilometer Metropolitan Corridor, new rail access points, and the reconstruction and widening of various avenues and highways. The expansion of the airport and its parking lots implies the removal of 320 homes, but not a single one of the inhabitants has been informed about the compensation they will receive or where they will be relocated.
A segunda questão é que a quase totalidde dos afetados vive em áreas de baixa renda e em certa precariedade ou informalidade. Na região metropolitana de Curitiba serão afetados 1.173 imóveis para construção do Corredor Metropolitano de 52 quilômetros, de novos acessos ferroviários e para reconstrução e ampliação de várias avenidas e rodovias. Só a ampliação do aeroporto e seus estacionamentos implicará na remoção de 320 residências sem que nenhum de seus habitantes tenha sido informado acerca de indenizações que receberá ou para onde será trasladado.
In Belo Horizonte a giant real estate development is being built that takes up a full 25,000 acres of fertile land to construct 75,000 apartments. This development will be called Cup Village and will originally serve as the lodging place for the different delegations, tourists, and journalists attending the World Cup. In the city of Fortaleza, 15,000 families will be affected; 10,000 of which will have to be resettled, but they still haven’t been informed of where they will live.
Em Belo Horizonte está sendo construído um gigantesco empreendimento imobiliário que ocupa 10 mil hectares de áreas verdes para construção de 75.000 apartamentos, que se chamará Vila da Copa, o qual inicialmente servirá de alojamento para delegações, turistas e jornalistas que venham assistir à Copa do Mundo. Em Fortaleza serão afetadas 15 mil famílias, das quais quase 10 mil deverão ser reassentadas, mas que ainda não foram informadas acerca de onde irão viver.
The majority of those affected will be displaced as a result of expanding existing roads or building new ones. The Fortaleza Expressway will cross through 22 neighborhoods to connect hotels to the Castelâo stadium. This group of displaced families can choose between an indemnity, a unit in a housing project, or an exchange for another property in a neighborhood in Brasilia. Even though 70 percent have chosen the housing project, societal pressures have stopped the entire process until a better solution, with better conditions, is presented.
A maior parte dos afetados será despejada por causa de ampliação ou construção de novas rodovias. A Via Expressa de Fortaleza atravessará 22 bairros para unir a zona hoteleira ao centro da cidade e ao estádio Castelão. Nesse caso as famílias poderão escolher entre indenização, casa em conjunto habitacional, ou troca por outro imóvel escolhido em algum bairro da capital. Embora 70 por cento das nove mil famílias afetadas tenha preferido conjunto habitacional, a pressão social freou o processo inteiro até que apresentado projeto alternativo com melhores condições.
Hundreds of homes slated to be demolished this year around the periphery of Fortaleza have been marked with green ink, but the inhabitants of those homes haven’t heard a single word from the officials about when the demolitions are going to happen.
Centenas de casas da periferia de Fortaleza foram marcadas com tinta verde para serem demolidas este ano, mas os habitantes não receberam nenhuma comunicação oficial informando-os acerca de quando acontecerá a demolição.
The Popular Committees of the World Cup affirm that the government is applying “strategies of war and persecution” in 21 villas and favelas in seven host cities, “such as the marking of houses for demolition without explanation, warrantless home invasions, and the undue appropriation and destruction of property.” This is on top of threats, the cutting-off of services, and other acts of intimidation.
Os Comitês Populares da Copa afirmam que em 21 vilas e favelas de sete cidades que serão sedes da Copa do Mundo o Estado está aplicando “estratégias de guerra e perseguição, como a marcação de casas com tinta sem explicações, a invasão de domicílios sem mandados judiciais, a apropriação indébita e a destruição de imóveis”, além de ameaças, corte de serviços e outras ações de intimidação. 
The work being done for the World Cup facilitates a kind of “social cleansing” motivated by property speculation and the eviction of families that have lived in their homes for four or five decades. It’s happening in San Pablo with the construction of the Parque Lineal Llanos del Tietê, a flood zone where 4,000 families have already been removed and another 6,000 will soon be expelled.
As obras para a Copa do Mundo facilitam uma espécie de “limpeza social” impulsionada pela especulação e desloca famílias que moram em seus lares há quatro ou cinco décadas, como sucede em São Paulo com a construção do Parque Linear Várzeas do Tietê, zona sujeita a inundações da qual já foram removidas quatro mil famílias e da qual serão expulsas outras 6.000.
Given the experience of previous mega-sports events in both developed and developing countries, the cost of living will rise and real estate speculation will take off as development displaces some and attracts those who can afford more expensive property. The thousands of displaced are merely pushed to the periphery.
Segundo a experiência deixada por megaeventos esportivos anteriores, não só em países emergentes como também no mundo desenvolvido, o custo de vida aumenta e a especulação imobiliária dispara, já que as obras de infraestrutura deslocam alguns e atraem os que podem pagar habitações mais caras; e muitas pessoas são transferidas para a periferia.  
State of Exception
Estado de exceção
The Brazilian Parliament is being forced to pass the “General Law of the World Cup” that establishes the rules that will govern how the Confederations Cup of June 2013 and the World Cup of the following year are carried out. But even after months of debate, the law still hasn’t even been passed out of the special committee in the House of Representatives that was assigned to analyze it. The Sports Minister, Aldo Rebelo, has since promised the Secretary General of FIFA, Jerome Valcke, that the bill would be voted on after more deliberation in March.
O parlamento brasileiro deverá aprovar a Lei Geral da Copa (2330/2011), que estabelecerá as normas jurídicas para a realização da Copa das Confederações de junho de 2013 e da Copa do Mundo do ano seguinte. Contudo, depois de vários meses de debates essa lei ainda não foi aprovada sequer pela comissão especial da Câmara dos Deputados criada para analisá-la. O ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, prometeu ao secretário geral da FIFA, Jerôme Valcke, que a lei será votada o mais tardar até março.
The bill was presented in the Brazilian Congress by the executive branch, using criteria established by FIFA. On Dec. 6, 2011 it was brought to a general vote by the Representatives, but the vote was delayed because a number of representatives deemed the bill contradictory to existing Brazilian law. For example, the sale of alcohol is prohibited in stadiums, but FIFA demands lifting the restriction, which, according to some Brazilian legislators, could lead to violent consequences.
O projeto foi apresentado pelo Executivo com base nos critérios estabelecidos pela FIFA. Em 6 de dezembro deveria ter sido votado no plenário da Câmara, mas houve adiamento porque vários deputados entenderam ele contradizer a legislação brasileira. Por exemplo, é proibida, no Brasil, a venda de bebidas alcoólicas nos estádios, mas a FIFA exige que haja total liberdade, o que pode gerar situações de violência, segundo estimam muitos parlamentares.
Another sticking point revolves around FIFA’s refusal to allow the special deal that grants students, retirees, recipients of state assistance, and handicapped people half-priced entrance. Additionally, the so-called “Pelé Law” that gives professional athlete unions 5 percent of income generated by the broadcasts of sporting events would be completely suspended for the World Cup games.
Outro ponto de discordância gira em torno dos direitos adquiridos por estudantes, aposentados, beneficiários do programa Bolsa Família e recebedores de assistência de saúde do estado, que pagam apenas meia entrada, algo a que a FIFA também se opõe. A chamada Lei Pelé, que beneficia os sindicatos de atletas profissionais com cinco por cento da renda gerada por direitos audiovisuais dos espetáculos esportivos, também será suspensa no tocante aos jogos da Copa do Mundo.
FIFA is also demanding that the host country grant visas and work permits to all of the delegation members, invitees, employees of the respective soccer confederations, journalists and spectators of other countries that have purchased tickets to the World Cup. These special permits expire on December 31st of 2014, six months after the end of the World Cup. In sum, a great deal of the country’s national legislation must be suspended to attend to the demands of FIFA.
A federação também exige que o país anfitrião emita vistos e permissões de trabalho para todos os membros das delegações, convidados, funcionários das confederações, jornalistas e espectadores de outros países que tenham comprado entradas para a Copa do Mundo. Essas permissões especiais expiram em 31 de dezembro de 2014, seis meses depois do fim da Copa do Mundo. Em suma, grande parte da legislação nacional do país terá de ser suspensa para atender às exigências da FIFA.  
The report from the Popular Committees of the World Cup also denounces the violation of the rights of workers in the informal sector (almost two-thirds of Brazilians). Article 11 of the Law of the World Cup prohibits the sale of any kind of merchandise in “official competition locations, in their immediate surroundings, and their main access ways,” without the express authorization of FIFA.
O relatório dos Comitês Populares da Copa denuncia, ademais, a violação dos direitos dos trabalhadores informais (quase dois terços dos brasileiros). O artigo 11 da Lei da Copa proíbe a venda de qualquer tipo de mercadoria em “locais oficiais de competição, em suas imediações e principais vias de acesso”, sem autorização expressa da FIFA.
The definition and limits of the “exclusive areas” for the sale of FIFA products will have to be demarcated by individual cities “taking into account the requirements of FIFA or of authorized third parties.” Street vendors will be expressly excluded from these areas. The exact perimeters of these restrictive zones still hasn’t been defined, but based on previous experience, it can be estimated that the “exclusion zone” will be two kilometers.
A definição e os limites das “áreas exclusivas” para a venda de produtos da FIFA deverão ser demarcados pelos municípios “levando em consideração as exigências da FIFA ou de terceiros por ela indicados”, ficando expressamente excluídos vendedores ambulantes. Ainda não foram definidos os perímetros exatos nos quais vigerão essas restrições mas, com base em experiências anteriores, pode-se estimar a “zona de exclusão” em dois quilômetros.
Article 23 penalizes bars that try to transmit World Cup games without the appropriate authorization or that promote certain brands not authorized by FIFA. The National Business Confederation and vendor unions have expressed their strong opposition to the Law of the World Cup.
O artigo 23 penaliza inclusive os bares que pretendam transmitir as partidas da Copa do Mundo sem a autorização correspondente ou que promovam certas marcas não autorizadas pela FIFA. A Confederação Nacional do Comércio e outras organizações sindicais de comerciantes já expressaram sua decidida oposição à Lei da Copa do Mundo.
Perhaps the most troubling part of all is that the bill provides that through Article 37 “Special trials for the processing and judgment of cases related to the events may be formed.” Finally, Article 38 provides that FIFA, its legal representatives, consultants and employees “will remain free from costs, emoluments, fees, and other expenses to the institutions of Federal Justice, Labor Justice, Military Justice,” and other branches of Brazilian government.
Talvez o mais perturbador de tudo, o projeto de lei prevê, em seu artigo 37, que “poderão ser criados Juizados Especiais para processo e julgamento das causas relacionadas com os eventos”. Por último, o artigo 38 estipula que a FIFA, seus representantes legais, consultores e empregados “ficam isentos dos custos, emolumentos, taxas e outras despesas das instituições da Justiça Federal, da Justiça do Trabalho, da Justiça Militar” e de outros órgãos brasileiros.
The vassalage that FIFA insists on imposing on host countries might lead to the delay of the law’s approval and generate problems in the government’s allied base, perhaps even in the ruling Partido Trabajadores (Workers Party).
Essa relação de vassalagem que a FIFA impõe aos países anfitriões pode atrasar a aprovação da lei e gerará alguns problemas na base aliada do governo, talvez mesmo no próprio Partido dos Trabalhadores no poder.
The International Olympic Committee has similar demands. In 2009, Law 12.035 was passed which, in addition to the previously mentioned provisions, establishes the transfer of public real estate funds to the Olympic Games, the transfer of exclusive public property spaces, and “the designation of resources to cover the eventual operational deficits of the Organizing Committee of the 2016 Rio Games.”
O Comitê Olímpico Internacional faz exigências similares. Em 2009 foi a aprovada a Lei 12.035 que, além dos benefícios já mencionados, estabelece a cessão do patrimônio público imobiliário para a realização dos Jogos Olímpicos, a cessão de espaços públicos com exclusividade e “a destinação de recursos para cobrir eventuais déficits operacionais do Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016” .
The law declares that between July 5 and Sept. 26 “advertising contracts in public spaces in airports or in federal areas that are of interest to the 2016 Rio Games” are null and void.
A lei que regulamenta os Jogos Olímpicos estabelece que entre 5 de julho e 26 de setembro de 2016 ficam suspensos “os contratos celebrados para utilização de espaços publicitários em aeroportos ou em áreas federais de interesse dos Jogos Rio 2016”.
The power accumulated by sports federations in recent decades is capable of imposing its will on millions of citizens across the world—the people who sustain them in the first place—and on powerful countries of every continent, without being subject to public debates that could bring to light the framework of interests behind the many abuses.
O poder acumulado pelas federações desportivas nas últimas décadas é capaz de impor-se a milhões de cidadãos em todo o mundo, que são quem realmente o sustém, e a poderosos estados de todos os continentes, sem que se registrem debates públicos que tragam à luz a trama de interesses por trás de tantos abusos.
Upscaling the stadiums
A elitização dos estádios
Around 203,000 people attended the 1950 World Cup final in Macaraná. At the time, that represented about 8.5% of the total population of Rio de Janeiro. The “general” and “popular” seating sections where middle and working class people watched the game, represented 80% of the total seating. Spectators watched the whole game standing up, making room for one another in a stadium that had a maximum capacity of 199,000.
Cerca de 203 mil pessoas assistiram à final da Copa do Mundo de 1950 no Maracanã, o que representava por volta de 8,5 por cento da população do Rio de Janeiro. As entradas para secções de assentos “geral” e “popular,” de onde pessoas das classes média e trabalhadora assistiram ao jogo, representavam 80 por cento do total de assentos. Boa parte dos espectadores assistiu à partida de pé, num estádio com capacidade para 199 mil pessoas.
The stadiums where diverse sectors of society used to mix began to change in the 1990s. The justification for this kind of “Europeanization” of the stadiums was security and comfort, and it was part of a global campaign in which FIFA, local soccer federations, and clubs (spurred by private sponsors) participated. Towards the end of the decade, ticket price rose, making it more and more difficult for working-class families and the lower middle-class to attend games.
Os estádios onde se mesclavam os mais diversos setores sociais começaram a mudar na década de 1990. No Brasil, a justificativa para essa espécie de  “europeização” foi a segurança e o conforto, como parte de uma campanha global da qual participaram não apenas a FIFA como também as federações locais e clubes incentivados por patrocinadores privados. Até o fim da década o valor das entradas em todo o mundo aumentou muito acima dos índices de preços, tornando cada vez mais difícil o acesso de famílias trabalhadoras e da classe média baixa.
The legendary Macaraná stadium saw its capacity reduced almost by half, to only 103,022 people, after a remodeling project in 1999 undertaken to host the Club Word Cup in 2000. That project installed individual seating in the top ring of the stadium. Between April 2005 and January of 2006, the stadium was closed for renovations to host the 2007 Panamerican Games. This time the “general admission” section— where the audience used to stand— was replaced with individual seating, further reducing the capacity to just 82,238. But at least the seats are reclinable.
O mítico Maracanã, depois de uma remodelagem em 1999 para hospedar a Copa do Mundo de Clubes, viu sua capacidade reduzida quase pela metade, para apenas 103.022 pessoas, porque foram instalados assentos individuais no anel superior do estádio. Entre abril de 2005 e janeiro de 2006 foi fechado para obras destinadas a hospedar os Jogos Panamericanos de 2007. Nessa ocasião foi extinta a “geral” onde o público assistia às partidas de pé e se instalaram assentos individuais, ficando reduzida a capacidade para apenas 82.238 pessoas, mas pelo menos com assentos reclináveis.
Before the current remodel, Maracaná was a “multipurpose arena” that hosted not only sporting events but also concerts and a wide range of shows. Above the grandstands they have built luxury boxes with great views of the field, and glass walls that separate the VIPs from the rest of the spectators. They’re equipped with bars, televisions, and air conditioning and are usually rented out to businesses that invite their associates and functionaries. They have the privilege of arriving directly in their cars, via a private ramp, without having to put up with even the slightest contact with the “masses.”
Antes da atual remodelagem o Maracanã era uma “arena multiuso” que albergava, além de eventos desportivos, recitais musicais e espetáculos dos tipos mais diversos. Sobre as arquibancadas foram construídos camarotes com ampla visão do campo, com vidros que separam os espectadores VIP do resto dos espectadores. Contam com bares, televisão e ar condicionado e costumam ser alugados por empresas que convidam sócios e funcionários. Têm o privilégio de chegar diretamente de carro por uma rampa sem o mínimo contato com as “massas”.
Maracaná is currently suffering through a new remodel in preparation for the 2014 World Cup final and the 2016 Olympic Games. Since mid- 2010 the stadium has been closed to make changes that comply with the dictates of the “FIFA master,” which demands that all of the stadiums have enclosed roofs. The whole roof of the stadium must now be modified.
Atualmente o Maracanã está sofrendo nova remodelagem para receber a final da Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. Desde meado 2010 está fechado para reformas que obedecerão ao “padrão FIFA”, que exige que todos os estádios sejam cobertos, o que obrigou a modificação de todo o teto. 
In reality, the stadium was gutted and only the shell remains- a shell considered to be national patrimony. The reconstruction will be handled by private interests, cost billions of reales (at least 600 million dollars), and will have even less seating that will only get more and more expensive.
Na realidade o estádio foi eviscerado e só é conservada a fachada externa, considerada patrimônio histórico nacional. A reconstrução custará um bilião de reais (no mínimo 600 milhões de dólares), será cedido à iniciativa privada e terá ainda menos assentos que serão cada vez mais caros.
More than a soccer stadium, it will be a theater. A theater with numbered seats where you cannot follow the game on your feet. As a result, the collective, creative spaces for the fans—fun-loving, lively, impassioned and rowdy as they are— have been abolished. And in their place there only remains the prospect of pre-hashed choreography like “the wave” and the dull display of little individual flags.
Mais que um estádio de futebol será um teatro, com cadeiras numeradas das quais impossível acompanhar o jogo de pé. Em decorrência, foram suprimidos os espaços coletivos e criativos para os torcedores — amantes do divertimento, cheios de vida, apaixonados e barulhentos como soem ser — e em seu lugar só resta a possibilidade de coreografias pré-fabricadas como as “ondas” e a agitação tediosa de bandeirinhas individuais.
From once being the maior do mundo (largest in the world), Macaraná fell to a modest 14th place, far behind the two largest stadiums on the planet: the Rungrado May Day (North Korea) with a capacity of 150,000 and the Salt Lake of Calcutta (India) with 120,000 seats. But most telling of all, Macaraná has ceased to be a place of public recreation and has become a tool for business and spectacle—aspects that have very little to do with soccer’s original popular spirit.
De maior estádio do mundo, o Maracanã passou a ocupar modesto 14º lugar, muito abaixo dos maiores estádios do planeta: o Rungrado May Day de Pyongyang (Coreia do Norte) com capacidade para 150 mil espectadores e o Salt Lake de Calcutá (Índia) com 120 mil lugares. Sobretudo, porém, deixou de ser um espaço popular para converter-se em ferramenta de negócios e espetáculos que pouco tem a ver com o espírito popular original do futebol.
Raul Zibechi is an international political analyst from the weekly Brecha de Montevideo, a professor and researcher on grassroots movements at the Multiversidad Franciscana de América Latina, and adviser to many grassroots groups He writes the monthly “Zibechi Report” for the Americas Program
Raúl Zibechi é analista internacional do semanário Brecha de Montevideo, docente e investigador de movimentos sociais da Multiversidad Franciscana de América Latina, e assessor de vários grupos sociais. Escreve o “Informe Mensual de Zibechi” para o Programa das Américas.
Translation: Mikael Rojas
Recursos (citados no original em espanhol)

Articulação Nacional dos Comitês Populares da Copa, “Megaeventos e violações dos direitos humanos no Brasil”, dezembro de 2011.

Entrevista a Roberto Morales, IHU Online, 11 de janeiro de 2012.

“Olimpíada e Copa vão despejar até 170 mil”, Folha de São Paulo, 13 de dezembro de 2011.

Projeto de Lei Geral da Copa Nº 2330/2011, Brasília.


No comments:

Post a Comment