Wednesday, February 15, 2012

Haiti Chery - Brazilian MINUSTAH Troops Denounced by Human Rights Organization

Haiti Chery
Haiti Chery
Dancing With Our Gods
Dançando Com Nossos Deuses
Brazilian MINUSTAH Troops Torture Three Haitians Near Death
Soldados Brasileiros da MINUSTAH Torturam Três Haitianos Quase Até à Morte
United Nations Mission Denounced by Human Rights Organization
Missão das Nações Unidas Denunciada por Organização de Direitos Humanos
by RNDDH Staff
Pela Equipe da RNDDH
Alter Presse (French)
Alter Presse (francês)
Translated from the French by Defend Haiti
Traduzido do francês por Defend Haiti
Excerpt from a report by the National Human Rights Defense Network (Réseau National de Défense des Droits Humains, RNDDH), submitted to AlterPresse on December 16, 2011. The RNDDH recommends that the High Commissioner for Human Rights (OHCHR) carries out an investigation.
Excerto de relatório da Rede Nacional de Defesa de Direitos Humanos (Réseau National de Défense des Droits Humains, RNDDH), enviado à AlterPresse em 16 de dezembro de 2011. A RNDDH recomenda que o Alto Comissariado de Direitos Humanos (OHCHR) conduza investigação.
PORT-AU-PRINCE, Haiti – On December 14, 2011, the National Network for the Defense of Human Rights (RNDDH) received in its office a complaint alleging an incident in which three Haitian citizens were brutally beaten by officers of the United Nations Stabilization Mission in Haiti (MINUSTAH).
PORT-AU-PRINCE, Haiti – Em 14 de dezembro de 2011 a Rede Nacional de Defesa de Direitos Humanos (RNDDH) recebeu em seu escritório reclamação alegando incidente no qual três cidadãos haitianos foram brutalmente espancados por oficiais da Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH).
Given the gravity of the facts presented by the above individuals and the many different injuries and bruises seen on the bodies of the latter, the RNDDH decided to carry out an investigation to learn more about the incident. The RNDDH also wishes to share the information and conclusions from its investigations with everyone interested in the question.
Dada a gravidade dos fatos apresentados pelos acima e os muitos diferentes ferimentos e escoriações vistos nos corpos dos últimos, a RNDDH decidiu conduzir investigação para informar-se melhor acerca do incidente. A RNDDH também deseja compartilhar a informação e as conclusões de suas investigações com todos os interessados na questão.
Methodology
Metodologia
As part of this investigation, the RNDDH, after first obtaining information from the individuals abused, visited the scene and spoke with:
Como parte dessa investigação, a RNDDH, depois de primeiro obter informação dos indivíduos vitimados, visitou o local e falou com:
Members of the public
Membros do público
Witnesses to the incident
Testemunhas do incidente
Justice of the Peace for Cite Soleil, Léonel Marcelus
Juiz da Paz de Cidade Sol, Léonel Marcelus
A MINUSTAH patrol
Patrulha da MINUSTAH
The facts
Os fatos
On the afternoon of December 13, 2011, Joseph GILBERT and Abel JOSEPH, respectively twenty-nine and twenty years old, boarded a water delivery truck registered ZA 08937.
Na tarde de 13 de dezembro de 2011, Joseph GILBERT e Abel JOSEPH, de respectivamente vinte e nove e vinte e três anos, embarcaram num caminhão de entrega de água de registro ZA 08937.
They had just ensured a delivery of water to Cite Soleil, in an area known as Old Fort Sunday, when their truck broke down.
Eles haviam acabado de fazer uma entrega de água em Cidade Sol, em área conhecida como Velho Forte Domingo, quando o caminhão quebrou.
At dusk and after many attempts to repair the truck, they realized they had to leave the car there. They decided to stay on site to secure the truck and the equipment in it. Armos BAZILE, aged nineteen years, whose uncle is a client of Joseph GILBERT, joined them at about 10:00 p.m. to spend the night with them.
Ao cair da noite e depois de muitas tentativas de consertar o caminhão, entenderam que teriam de deixar o veículo ali. Resolveram continuar no local para proteger o caminhão e o equipamento dentro dele. Armos BAZILE, de dezenove anos, cujo tio é cliente de Joseph GILBERT, juntou-se a eles por volta de 10 horas da noite, para passar a noite com eles.
Around 3:00 a.m., agents from the Brazilian contingent of MINUSTAH on a routine patrol passed near the truck. After having passed, the patrol stopped his vehicle, the soldiers walked back to the individuals listed above and arrested them without explanation. They forced them to empty their pockets, took a sum of four thousand five hundred gourdes (4500 g) representing the amount for three trucks of water delivered during the day, and the cell phone belonging to Joseph Gilbert.
Em torno de 3 da madrugada agentes do contingente brasileiro da MINUSTAH em partrulhamento de rotina passaram por perto do caminhão. Depois de ter passado, a patrulha parou seu veículo, os soldados andaram de volta até os indivíduos listados acima e os detiveram sem explicação. Forçaram-nos a esvaziar os bolsos, tomaram deles a soma de quatro mil e quinhentos gourdes (4500 g) correspondente ao montante por três caminhões de água entregues durante o dia, e o telefone celular de propriedade de Joseph Gilbert.
The MINUSTAH officers also seized the drivers license of Joseph Gilbert and the national identification cards from his two companions before taking them to the courtyard of the Joint Educational Institution of La Saline, a school whose yard is used by the area’s residents to dry clay.
Os oficiais da MINUSTAH também apreenderam a carteira de motorista de Joseph Gilbert e os cartões nacionais de identificação de seus dois companheiros antes de levá-los ao pátio do Instituto Misto Educacional de La Saline, escola cujo pátio é usado pelos residentes da área para secar argila.
With kicks and punches, Gilbert Joseph, Abel Joseph, and Armos Bazile were tortured in the courtyard of the Joint Educational Institution of La Saline.
Com pontapés e socos, Gilbert Joseph, Abel Joseph e Armos Bazile foram torturados no pátio do Instituto Misto Educacional de La Saline.
The victims carry on their bodies visible signs of the physical abuse. They were beaten to the point where they cannot sit.
As vítimas portam em seus corpos sinais visíveis da violência física. Foram espancadas a ponto de não poderem sentar-se.
Witnesses, hearing the victims’ cries for help, ran out into the courtyard of the above institution and told the MINUSTAH officers that the three individuals they were beating to death are regulars in the area and known to all.
Testemunhas, ao ouvirem os gritos das vítimas pedindo socorro, correram para o pátio da instituição acima e disseram aos oficiais da MINUSTAH que os três indivíduos que eles estavam espancando eram frequentadores da área e conhecidos de todos.
Thwarted by this intervention, and to prevent more intrusion, the MINUSTAH officials forced the victims into their vehicle and took them to a banana plantation on Route 9, near Wells Brant. According to people who came to the scene, the MINUSTAH vehicle involved in this incident is registered UN24775.
Frustrados por causa dessa intervenção, e a fim de impedirem mais intrometimentos, as autoridades da MINUSTAH forçaram as vítimas a entrar em seu veículo e os levaram para uma plantação de banana na Estrada 9, perto de Wells Brant. De acordo com pessoas presentes à cena, o veículo da MINUSTAH envolvido nesse incidente tem registro UN24775.
Once on Highway 9, the UN officials stripped the victims of their clothes and continued the violent abuse. This time, in addition to kicks, a MINUSTAH staff beat the victims with a machete. The assailants used the victims’ clothes to light a fire before casually deciding to abandon them.
Uma vez na Rodovia 9, as autoridades das Nações Unidas despiram as vítimas e continuaram seus violentos maus-tratos. Desta vez, além de pontapés, um dos membros da equipe da MINUSTAH espancou as vítimas com um facão. Os atacantes usaram as roupas das vítimas para acender uma fogueira antes de decidirem simplesmente abandoná-los.
These incidents, which occurred on Route 9 on the night of December 13 to 14, 2011, result from the contempt that MINUSTAH officials have always manifested since their arrival in Haiti, showing their true selves as barbaric and violent beings who act without respect for human rights.
Esses incidentes, que ocorreram na Estrada 9 na noite de 13 para 14 de dezembro de 2011, resultam do desprezo que as autoridades da MINUSTAH sempre manifestaram desde sua chegada ao Haiti, mostrando sua verdadeira face de seres bárbaros e violentos que agem sem respeito por direitos humanos.
Indeed, officials of MINUSTAH continue to be involved in serious wrongdoings such as thefts, rapes, gang rapes, physical abuse, sexual exploitation, murder, sodomy, beatings, etc. Despite the fact that many victims have complained, they have never got justice and reparation.
Na verdade, oficiais da MINUSTAH continuam a envolver-se em sérios atos reprováveis tais como furtos, estupros, estupros grupais, atentados físicos, exploração sexual, assassínio, sodomia, espancamentos etc. A despeito do fato de muitas vítimas terem reclamado, nunca obtiveram justiça ou reparação.
Consequently, today, for more of them, MINUSTAH is emerging as a force that appears to be above the law and benefits from the passivity and permissiveness of the United Nations (UN).
Consequentemente, hoje, para a maioria delas, a MINUSTAH é vista como força acima da lei e que se beneficia da passividade e permissividade das Nações Unidas (UN).
It is astounding that despite the growing hostility of the population toward the UN Mission, MINUSTAH officials continue to engage in acts of flagrant violations of human rights instead of trying to regain the confidence of Haitians.
É espantoso que, a despeito de crescente hostilidade da população em relação à Missão das Nações Unidas, os oficiais da MINUSTAH continuem a entregar-se a atos de flagrante violação de direitos humanos em vez de tentarem recuperar a confiança dos haitianos.
Comments and Recommendations
Comentários e Recomendações
RNDDH condemns the involvement of MINUSTAH officials in yet another violation of human rights.
A RNDDH condena o envolvimento de autoridades da MINUSTAH em mais uma violação de direitos humanos.
No provision is made by the Security Council of the United Nations to bring the authorities of countries contributing to the UN force to punish severely their nationals against whom complaints are brought and their officers who have caused harm to victims.
Nenhuma disposição é baixada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas para levar as autoridades de países que contribuem para a força das Nações Unidas a punir severamente seus compatriotas contra os quais sejam feitas reclamações e seus oficiais que tenham causado danos a vítimas.
Haiti’s population does not want to continue to dress the wounds, count the bodies, and try to restore the confidence of the boys, girls and women rape victims of MINUSTAH officials.
A população do Haiti não deseja continuar a cobrir as feridas, contar os corpos e tentar restaurar a confiança dos garotos, garotas e mulheres viítimas de estupro por parte de autoridades da MINUSTAH.
Faced with this cascade of human rights violations, RNDDH recommends that the High Commissioner for Human Rights (OHCHR) and officials of MINUSTAH:
Diante dessa sucessão de violações de direitos humanos, a RNDDH recomenda que o Alto Comissariado de Direitos Humanos (OHCHR) e as autoridades da MINUSTAH:
Conduct an investigation to bring to light all incidents involving MINUSTAH personnel.
Conduzam investigação para trazer à luz todos os incidentes envolvendo pessoal da MINUSTAH.
Take appropriate sanctions against any MINUSTAH officials involved in violations of human rights.
Apliquem sanções apropriadas a quaisquer autoridades da MINUSTAH envolvidas em violações de direitos humanos.
Make every effort to regain control of MINUSTAH troops.
Desenvolvam todos os esforços para retomar controle das tropas da MINUSTAH.
RNDDH condemns the involvement of officials of MINUSTAH in yet another act of  human rights violation.
A RNDDH condena o envolvimento de autoridades da MINUSTAH em mais outro ato de violação de direitos humanos.
Source: Alter Presse (French) | Defend Haiti (English)| Edited by Haiti Chery
Fonte: Alter Presse (Francês) | Defend Haiti (Inglês)| Editado por Haiti Chery
Editorial note on Jan 25, 2012 UPDATE: As ever, MINUSTAH carries out a secret ‘preliminary investigation’, denies all, and promises to investigates itself after waiting about a month for the anger against its atrocities to subside.  After 15 months, MINUSTAH is still looking up its a– for the source of Haiti’s cholera and has yet to find it.  In an independent country, it goes without saying that the crimes committed against its citizens on its territory are tried in place.  But even if Haiti is occupied, one can still say that enough is enough. No Haitian should render any more service to MINUSTAH, no matter how small, and this should continue until we see their backs.  DC
ATUALIZAÇÃO, Nota editorial em 25 de janeiro de 2012: Como sempre, a MINUSTAH efetua ‘investigação preliminar’ secreta, nega tudo, e promete investigar ela própria depois de esperar por cerca de um mês para que a raiva contra suas atrocidades diminua. Depois de 15 meses, a MINUSTAH ainda está procurando dentro do próprio r- a fonte da cólera no Haiti e ainda não a encontrou. Num país independente, nem é preciso dizer que os crimes cometidos contra cidadãos em seu próprio território são julgados no local. Mesmo entretanto estando o Haiti ocupado, ainda é possível dizer que já chega. Nenhum haitiano deveria continuar a prestar qualquer serviço à MINUSTAH, por menor que fosse, e isso deveria continuar até que pudéssemos vê-la pelas costas. DC
MINUSTAH denies after a 'preliminary investigation' that Brazilian soldiers were involved in acts of violence against three youths early December and reports that Brazil will carry his own investigation
A MINUSTAH, depois de 'investigação preliminar,' nega que soldados brasileiros tenham estado envolvidos em atos de violência contra três jovens no início de dezembro e informa que o Brasil desenvolverá sua própria investigação
By Staff
Pela Equipe
AHP
AHP
Translated from the French by Dady Chery for Haiti Chery
Traduzido do francês por Dady Chery para Haiti Chery
Port-au-Prince, Haiti – The United Nations Mission for Stabilization in Haiti (MINUSTAH) said on Wednesday it had found no evidence to prove the involvement of a group of Brazilian soldiers in acts of violence against three Haitian youths in the area of ​​Delmas at the beginning of December 2011.
Porto Príncipe, Haiti – A Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH) disse, na quarta-feira, não ter encontrado nenhuma evidência comprovadora de envolvimento de grupo de soldados brasileiros em atos de violência contra três jovens haitianos na área de Delmas no início de dezembro de 2011.
The three youths had accused the officers from a Brazilian contingent of abusing them, after having emptied their pockets, and then leaving them for dead in Titanyen (north of the capital).
Os três jovens haviam acusado os oficiais de um contingente brasileiro de violência contra eles, depois de terem esvaziado seus bolsos, e depois os deixarem para morrer em Titanyen (norte da capital).
These youths made it known that they had been severely abused by the soldiers. The National Network for Defense of Human Rights (RNDDH), which had reported the crime, never returned to the case.
Esses jovens deram a conhecer terem sido vítimas de grave abuso por parte dos soldados. A Rede Nacional de Defesa de Direitos Humanos (RNDDH), que anunciara o crime, nunca voltou ao assunto.
And the UN mission that promised an investigation, never reported its results. Asked Wednesday, the U.N. spokeswoman Sylvie van den Wildenberg, who acknowledged that the youths had actually been abused, indicated however that peacekeepers had no responsibility in this, according to a “preliminary investigation.” But this investigation appears not to have identified the “true” perpetrators of the abuses.
E a missão das Nações Unidas que havia prometido investigação nunca divulgou os respectivos resultados. Indagada na quarta-feira, a porta-voz das Nações Unidas Sylvie van den Wildenberg, que reconheceu que os jovens haviam com efeito sido vítimas de abuso, deu entretanto a entender que os pacificadores não tinham qualquer responsabilidade no caso, de acordo com uma “investigação preliminar.” Tal investigação, contudo, parece não ter identificado os “verdadeiros” perpetradores dos abusos.
Ms. Wildenberg reported that Brazil has commissioned its own investigation and that it is necessary to wait for its findings. When asked about the doubts raised by this transfer of the case to Brazilian justice, after what happened in the case of Johnny Jean, a youth who was raped by Uruguayan peacekeepers recently released in their country, the U.N. spokesperson tried to explain the responsibility of MINUSTAH member countries to conduct its own investigation when their nationals are accused of involvement in sexual abuse and violations of human rights.
A Sra. Wildenberg informou que o Brasil determinou sua própria investigação e disse ser necessário esperar pelos resultados. Quando indagada acerca de dúvidas suscitadas por essa transferência do caso para a justiça brasileira, depois do que acontecera no caso de Johnny Jean, jovem recentemente estuprado por pacificadores uruguaios recentemente chegados ao país, a porta-voz das Nações Unidas tentou explicar a responsabilidade dos países membros da MINUSTAH de conduzirem suas próprias investigações quando seus compatriotas sejam acusados de envolvimento em violência sexual e violações de direitos humanos.
However, Ms. Wildenberg said that the U.N. mission will apply its zero-tolerance policy against soldiers accused of beating young Delmas, if the soldiers are convicted.
Entanto, a Sra. Wildenberg disse que a missão das Nações Unidas aplicará sua política de tolerância zero contra soldados acusados de espancar os jovens em Delmas, se os soldados forem condenados.
“MINUSTAH continues to ensure that perpetrators are punished. We make every effort to ensure that judicial and disciplinary measures are applied against the culprits,”
“A MINUSTAH se assegura sempre de que perpetradores sejam punidos. Fazemos tudo o que nós é possível para assegurar que medidas judiciais e disciplinares sejam aplicadas aos faltosos,”
she wanted to reassure everyone.
disse ela, tentando tranquilizar a todos.
But Haitians are skeptical about the willingness of MINUSTAH officials and the member countries that contribute soldiers to punish the perpetrators of murders, mistreatment, and sexual abuse against Haitians and minors.
Os haitianos, contudo, são céticos em relação à disposição das autoridades da MINUSTAH e dos países membros que contribuem com soldados de punir os perpetradores de assassínios, maus-tratos e violência sexual contra haitianos e menores.
Bookmark the permalink.
Ponha em favoritos o permalink.

No comments:

Post a Comment