Saturday, August 13, 2011

FPJ - A Parasite On The World

ENGLISH
PORTUGUÊS
Foreign Policy Journal
Jornal de Política Externa
A Parasite On The World
Um Parasita do Mundo
by Paul Craig Roberts
por Paul Craig Roberts
August 12, 2011
12 de agosto de 2011
If Russian Prime Minister Putin’s recent description of America as “a parasite on the world” was reported by the US media, little doubt but that most Americans were infuriated.  We are the virtuous people.  Without us good guys to police the world, there would be mayhem and wars everywhere, not merely the ones we started in the Middle East, Asia, and North Africa. Without the American white hats people everywhere would be starving and dying from natural disasters.  It is us chosen ones who provide the rescue operations and good deeds. How dare the former KGB monster slander our country!
Se a recente descrição dos Estados Unidos pelo Primeiro-Ministro russo Putin como “um parasita do mundo” fosse noticiada pela mídia dos Estados Unidos, há pouca dúvida de que a maioria dos estadunidenses ficaria furiosa. Somos o povo virtuoso. Sem nós, os ilibados, para policiar o mundo, haveria violência e guerra em toda parte, não meramente as que começamos no Oriente Médio, Ásia e Norte da África. Sem os heróis estadunidenses as pessoas, em toda parte, estariam morrendo de fome e perecendo de desastres naturais. Somos nós, os escolhidos, que proporcionamos as operações de resgate e fazemos as boas ações. Como se atreve o antigo monstro da KGB a difamar nosso país! 
Is it merely a coincidence that on August 11 the Swiss announced that they were discarding their monetary constitution that has prevented inflation in Switzerland and that has made their currency a safe haven for people everywhere who desired to protect their wealth, both small and large, from the predatory inflation practices of their own governments? Or is the Swiss announcement a result of America’s financial irresponsibility, the behavior of a parasite?
Terá sido meramente coincidência os suíços terem anunciado, em 11 de agosto, estarem abrindo mão de sua constituição monetária que vinha impedindo a inflação na Suíça e havia tornado sua moeda refúgio seguro para pessoas de toda parte que desejassem proteger seu patrimônio, pequeno ou grande, das práticas predatórias de inflação de seus próprios governos? Ou se trata, o anúncio suíço, de resultado da irresponsabilidade financeira dos Estados Unidos, o comportamento de um parasita?
The Swiss said that they are forced to violate their monetary constitution because the irresponsible practices of the United States and European Union monetary authorities are driving so many dollars and euros into Swiss francs that the franc has appreciated to astronomical heights and is threatening Switzerland with the collapse of their export markets and Gross Domestic Product.
Os suíços disseram terem sido forçados a violar sua constituição monetária porque as práticas irresponsáveis das autoridades monetárias dos Estados Unidos e da União Europeia estão pressionando o franco suíço com tantos dólares e euros que o franco sofreu apreciação até alturas astronômicas e está ameaçando a Suíça de colapso de seus mercados exportadores e do Produto Interno Bruto.
The EU says it has no choice but to bail out its private banks as that is the policy of Washington, D.C., and that it must print euros in order to bail out the banks.  This policy is in violation of the charter of the European Central Bank, but what do rules and laws mean in today’s world?  Nothing whatsoever.
A União Europeia diz não ter escolha a não ser socorrer seus bancos privados, visto essa ser a política de Washington, D.C., e ter de emitir euros para socorrer os bancos. Essa política viola a carta do Banco Central Europeu, mas o que significam regras e leis no mundo de hoje? Absolutamente nada.
Obviously, Washington is threatening the world not merely with war, but also with inflation.
Obviamente, Washington está ameaçando o mundo não apenas com guerra, mas também com inflação.
After announcing a massive printing of Swiss francs to absorb the inflow of dollars and euros so that the exchange value of the franc would not rise further, the Swiss government announced that it would peg its franc to the euro. That means that the Swiss will defend the pegged rate of exchange by printing enough francs to offset the inflows of euros. I think that the Swiss chose the euro as the peg over the US dollar because the majority of Swiss exports are to Europe rather than to the US.
Depois de anunciar emissão maciça de francos suíços para absorver o afluxo de dólares e euros de modo a o valor cambial do franco não subir ainda mais, o governo suíço anunciou que seu franco passará a ser paritário em relação ao euro. Isso significa que os suíços defenderão a taxa de câmbio paritária mediante a emissão de francos suficientes para compensar o afluxo de euros. Acredito que os suíços escolheram o euro em vez do dólar como referência porque a maior parte das exportações suíças dirige-se para a Europa e não para os Estados Unidos.
Years ago, China pegged its yuan to the US dollar, not to protect its currency from rising as a result of flight from the dollar, but in order to demonstrate that the money of what was seen as a questionable communist currency was “as good as the US dollar.”
Há anos a China efetuou paridade de seu yuan em relação ao dólar dos Estados Unidos, não para impedir a alta de sua moeda em decorrência da fuga do dólar, mas para deixar claro que o dinheiro daquela que era vista como moeda comunista questionável era “tão bom quanto o dólar dos Estados Unidos.”
Not long ago, China was forced off the fixed peg by the amount of Chinese money creation necessary to maintain the peg.  China substituted a “moving peg” that allows the Chinese currency to slowly appreciate against the dollar. The Chinese currency is rising as the dollar falls, but the “floating peg” is behind events.  Consequently, China’s currency is under-valued with regard to the “superpower” dollar, and China is importing inflation by having to create yuan in order to maintain the floating peg as the dollar is declining faster than the peg.
Há não muito, a China foi forçada a abandonar a taxa paritária por causa da quantidade de criação de dinheiro chinês necessária para manter a paridade. A China passou a adotar uma “paridade flutuante” a qual permite que a moeda chinesa sofra apreciação vagarosa em relação ao dólar. A moeda chinesa está subindo à medida que o dólar cai, mas a “paridade flutuante” ficou para trás em relação aos acontecimentos. Consequentemente, a moeda da China está subvalorizada em relação ao dólar da “superpotência”, e a China está importando inflação mediante ter de criar yuan a fim de manter a paridade flutuante, visto que o dólar está declinando mais depressa do que a paridade.
Oil producing countries such as Saudi Arabia and Qatar have their currencies in a fixed peg to the dollar.  If the dollar depreciates too much in currency markets, the price of oil tends to go up.  In other words, oil producers can compensate for US dollar devaluation by hiking the oil price of their main export.
Países produtores de petróleo tais como Arábia Saudita e Catar mantêm suas moedas em paridade fixa com o dólar. Se o dólar depreciar-se demais nos mercados de moedas, o preço do petróleo tenderá a aumentar. Em outras palavras, os produtores de petróleo poderão ir à forra da desvalorização do dólar dos Estados Unidos mediante fazerem subir o preço do petróleo, sua exportação principal. 
So, we can begin to see what Putin means. If the Americans are irresponsible with their monetary policy, if American banks have loans and credit default swaps to threatened European banks that require bailouts from the European Central Bank in order to protect the US banks as well as the solvency of the European private banks, if the price of oil, which is priced in dollars, goes up to the rest of the world because of US monetary irresponsibility, the entire world suffers from the Americans’ inability or unwillingness to put their house in order.
Portanto, começamos a entender o que Putin quer dizer. Se os estadunidenses forem irresponsáveis com sua política monetária, se os bancos estadunidenses fizerem empréstimos e swaps de inadimplência de crédito com bancos europeus ameaçados requerendo socorro financeiro do Banco Central Europeu para proteção dos bancos estadunidenses assim como da solvência dos bancos privados europeus, se o preço do petróleo, produto que tem seu preço fixado em dólares, subir para o resto do mundo por causa da irresponsabilidade monetária dos Estados Unidos, o mundo inteiro sofrerá por causa da incapacidade ou falta de disposição estadunidense para colocar a própria casa em ordem.
If anything, Putin understated the burden that America is on the world.
Se Putin fez algo, foi ser comedido ao se expressar acerca do fardo que os Estados Unidos representam para o mundo.
How much longer will the world put up with “the virtuous nation?”
Por quanto tempo mais o mundo tolerará a “nação virtuosa?”
The Honorable Dr. Paul Craig Roberts was appointed by President Reagan Assistant Secretary of the U.S. Treasury and confirmed by the US Senate. He was Associate Editor and columnist with the Wall Street Journal, and he served on the personal staffs of Representative Jack Kemp and Senator Orrin Hatch. He was staff associate of the House Defense Appropriations Subcommittee, staff associate of the Joint Economic Committee of Congress, and Chief Economist, Republican Staff, House Budget Committee. He wrote the Kemp-Roth tax rate reduction bill, and was a leader in the supply-side revolution. He was professor of economics in six universities, and is the author of numerous books and scholarly contributions. He has testified before committees of Congress on 30 occasions. Read more articles by Paul Craig Roberts.
O Honorável Dr. Paul Craig Roberts foi nomeado Secretário Assistente do Tesouro dos Estados Unidos pelo Presidente Reagan e confirmado pelo Senado dos Estados Unidos. Foi Editor Associado e colunista do Wall Street Journal, e integrou as equipes pessoais do Deputado Jack Kemp e do Senador Orrin Hatch. Foi membro associado da Subcomissão de Apropriações de Defesa da Câmara, membro associado da Comissão Conjunta de Economia do Congresso e Economista-Chefe, Membro Republicano, da Comissão de Orçamento da Câmara. Escreveu o projeto de lei de redução da taxa tributária Kemp-Roth e foi líder na revolução da oferta. Foi professor de economia em seis universidades e é autor de numerosos livros e contribuições acadêmicas. Já depôs perantes comissões do Congresso em 30 ocasiões. Leia mais artigos de Paul Craig Roberts.

No comments:

Post a Comment