Friday, March 18, 2011

God is an Anarchist - Romans 13

http://www.simpleliberty.org/giaa/romans_13.htm http://www.simpleliberty.org/giaa/romans_13.htm

God is an Anarchist

Romans 13

Written by Darrell Anderson.

Deus é Anarquista

Romanos 13

Escrito por Darrell Anderson.
Probably one of the more controversial sections of the Christian Bible is within Paul’s letter to the Christians living in Rome. Within that epistle are a few sentences that throughout recent history repeatedly have been used to justify the philosophy of statism. Statists want to use the text to justify their tyranny and anti-statists want to destroy those words because of the implied tyranny. Provavelmente uma das secções mais controversas da Bíblia cristã encontra-se na carta de Paulo aos cristãos que viviam em Roma. Dentro daquela epístola há algumas sentenças que, ao longo da história recente, têm sido usadas repetidamente para justificar a filosofia do estatismo. Os estatistas querem usar o texto para justificar sua tirania, e os antiestatistas querem destruir aquelas palavras por causa da tirania implícita nelas.
Probably since the time of Constantine in the 4th century of the modern era — when the Roman emperor adopted Christianity as the “official” state religion, many Christians have interpreted the sentences of Romans 13 as justification for statism and as a commandment to obey statist political rulers — even when statists are violating fundamental human rights. If such an interpretation was justified, then those few sentences would directly contradict the core message of both the Jewish Bible and the rest of the Christian Bible as well (For example, “We ought to obey God rather than men.” — Acts 5:29). Provavelmente desde o tempo de Constantino no quarto século da era moderna — quando o imperador romano adotou o cristianismo como religião “oficial” do estado, muitos cristãos interpretaram as sentenças de Romanos 13 como justificadoras do estatismo e como mandamento de obediência a governantes políticos estatistas — mesmo quando os estatistas violam direitos humanos fundamentais. Se tal interpretação fosse justificável, então aquelas sentenças contradiriam diretamente a mensagem central tanto da Bíblia judaica quando do restante da Bíblia cristã (Por exemplo, “Antes importa obedecer a Deus do que aos homens.” — Atos 5:29).
What did Paul mean? Let us first review those well-known and contentious words: O que Paulo quis dizer? Examinemos, primeiro, essas palavras bem conhecidas e controvertidas:
Let every soul be subject unto the higher powers. For there is no power but of God: the powers that be are ordained of God. Whosoever therefore resists the power, resists the ordinance of God: and they that resist shall receive to themselves damnation. For rulers are not a terror to good works, but to the evil. Wilt thou then not be afraid of the power? do that which is good, and thou shalt have praise of the same: For he is the minister of God to thee for good. But if thou do that which is evil, be afraid; for he bears not the sword in vain: for he is the minister of God, a revenger to execute wrath upon him that does evil. Wherefore you all must needs be subject, not only for wrath, but also for conscience sake. For this cause pay you all tribute also: for they are God’s ministers, attending continually upon this very thing.
Toda alma esteja sujeita aos poderes superiores; porque não há poder que não proceda de Deus; e os poderes que existem foram por Ele instituídos. De modo que aquele que se opõe ao poder resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos condenação. Porque os governantes não são para temor, quando se faz o bem, e sim quando se faz o mal. Queres tu não temer o poder? Faze o bem e terás louvor dele, visto que o poder é ministro de Deus para teu bem. Entretanto, se fizeres o mal, teme; porque não é sem motivo que ele traz a espada; pois é ministro de Deus, vingador, para castigar o que pratica o mal. É necessário que lhe estejais sujeitos, não somente por causa do temor da punição, mas também por dever de consciência. Por esse motivo, também pagais tributos, porque são ministros de Deus, atendendo, constantemente, a este serviço.
Render therefore to all their dues: tribute to whom tribute is due; custom to whom custom; fear to whom fear; honor to whom honor. Owe no man any thing, but to love one another: for he that loves another hath fulfilled the law. For this, Thou shalt not commit adultery, Thou shalt not kill, Thou shalt not steal, Thou shalt not bear false witness, Thou shalt not covet; and if there be any other commandment, it is briefly comprehended in this saying, namely, Thou shalt love thy neighbor as thyself. Love works no ill to his neighbor: therefore love is the fulfilling of the law.
Pagai a todos o que lhes é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem respeito, respeito; a quem honra, honra. A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outros; pois quem ama o próximo tem cumprido a lei. Pois isto: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não cobiçarás, e, se há qualquer outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. O amor não pratica o mal contra o próximo; de sorte que o cumprimento da lei é o amor.
So obey the statist rulers, right? Portanto obedeçamos aos governantes estatistas, certo?
* * *
* * *
Those words of instruction from Paul long have been debated hotly and are contentious, especially when that teaching seems contrary to what Jesus taught and how most of the disciples reportedly acted toward human rulership. Essas palavras de instrução de Paulo têm sido debatidas apaixonadamente e são controversas, especialmente por esse ensinamento parecer contrário ao que Jesus ensinou e ao comportamento que os discípulos, segundo os relatos, tiveram em relação ao governo humano.
Yet, those words from Paul haunt many people. Many people have attempted to massage Paul’s words to conform to statist beliefs. Yet, to many people Paul’s teaching does not add up when balanced with the remainder of Judeo-Christian teaching. Can the conflict be resolved? Apesar disso, essas palavras de Paulo obcecam muitas pessoas. Muitas pessoas tentaram manipular as palavras de Paulo para adaptá-las às crenças estatistas. No entanto, para muitas pessoas o ensinamento de Paulo não faz sentido quando sopesado com o restante do ensinamento judaico-cristão. Poderá esse conflito ser resolvido?
A straightforward reading of the Biblical texts reveals that at no time has the God of the Bible initiated a human political system where humans rule other humans. Those texts reveal that God encourages self-government and self-responsibility. In short, God encourages anarchy and the reported acts of Jesus affirm that philosophy. Uma leitura singela dos textos bíblicos revela que em tempo algum o Deus da Bíblia deu início a qualquer sistema político no qual seres humanos governam outros seres humanos. Esses textos revelam que Deus encoraja o governo de si próprio e a responsabilidade individual. Em suma, Deus encoraja a anarquia e os atos relatados de Jesus afirmam essa filosofia.
Because of these various interpretations, many Christians and other people have been confused about how to respond to statism. However, there are no contradictions. When reading those sentences from Paul with correct perspectives, the instructions from Paul are straightforward and clear. The true problem is churchianity, where people long ago sold their soul to the proverbial bowl of soup known as statism and political power. Devido a essas várias interpretações muitos cristãos e outras pessoas têm ficados confusos acerca de como reagir ao estatismo. Entretanto, não há contradições. Quando lemos aquelas sentenças de Paulo com perspectivas corretas, as instruções de Paulo são singelas e claras. O verdadeiro problema é o apego às igrejas, por causa do qual pessoas, há muito tempo, venderam sua alma ao proverbial prato de sopa conhecido como estatismo e poder político.
* * *
* * *
The Biblical texts reveal that the God of the Bible rejects the idea of one human ruling another human. The Biblical texts often teach the straightforward principle of not trespassing. The entire concept of trespass has meaning only within the context ofproperty, including the property of one’s body. Os textos bíblicos revelam que o Deus da Bíblia rejeita a ideia de um ser humano governar outro ser humano. Os textos bíblicos amiúde ensinam o singelo princípio de não invadir o terreno do próximo. Todo o conceito de invasão só tem sentido no contexto da propriedade, inclusive a propriedade do corpo da pessoa.
This fundamental principle is found throughout the Jewish and Christian Bibles. The golden rule of Jesus to “love God and to love your neighbor” is the fundamental principle of do not trespass. The Mosaic Law can be summarized into the one law of “thou shalt not steal,” and that is another way of declaring do not trespass. Esse princípio fundamental é encontrado nas Bíblias judaica e cristã. A regra de ouro de Jesus de “amar a Deus e amar o próximo” é o princípio fundamental da não invasão. A Lei Mosaica pode ser resumida na lei única “não furtarás,” e isso é outra maneira de dizer não invada.
According to the Biblical texts Paul was a Jew. Judaism was and is a theocratic model of social and legal order. The Mosaic social and legal system, upon which Jewish life is based, never has provided or promoted what is today called an “executive” or “legislative” branch of political society. The Mosaic system was focused on every day human interaction. Moses provided the Hebrews only a set of foundational principles and related laws. Many of those laws were procedural in nature, describing appropriate remedies for various trespasses. Over the centuries many Jewish leaders provided their own interpretations of the scriptural texts. Those interpretations more or less became a part of the Jewish code of conduct, much like court opinions today also become part of a legal code. De acordo com os textos bíblicos, Paulo era judeu. O judaísmo era e é um modelo teocrático de ordem social e legal. O sistema social e legal mosaico, sobre o qual se assenta a vida judaica, nunca proporcionou ou promoveu o que hoje é chamado de poder “executivo” ou “legislativo” na sociedade política. O sistema mosaico concentrava-se na interação humana do dia a dia. Moisés só forneceu aos hebreus um conjunto de princípios de fundação e leis com ele relacionadas. Muitas dessas leis eram de natureza procedimental, descrevendo correções adequadas para diversas invasões. Ao longo dos séculos muitos líderes judeus ofereceram suas próprias interpretações dos textos das escrituras. Essas interpretações mais ou menos tornaram-se parte do código de conduta judaico, de modo muito semelhante àquele pelo qual opiniões de tribunais de hoje tornaram-se parte de um código legal.
The Jewish system of law and order allowed for liberty of action and acknowledged that other belief systems existed, but was strict and rigid with respect to specific actions within the Jewish community. The ancient Hebrews, and Jews of 2,000 years ago, should be considered to have been legalistic in their approach toward life. O sistema judaico de lei e ordem permitia liberdade de ação e reconhecia existirem outros sistemas de crenças, mas era estrito e rígido com respeito a ações específicas dentro da comunidade judaica. Os antigos hebreus, e os judeus de há 2.000 anos, bem poderiam ser considerados legalistas em sua atitude perante a vida.
Paul would have been no different. Indeed, if the epistles of the Christian Bible are accepted as actual writings from Paul, then those words reveal that Paul was a Pharisee, one of several religious sects of the Jewish faith. Pharisees were overly legalistic in their outlook about their faith, and the words attributed to Paul describe how he personally persecuted the first Christians until his conversion. Paulo não teria sido diferente. Na verdade, se as epístolas da Bíblia cristã forem aceitas como escritos realmente de Paulo, então essas palavras revelam que Paulo era fariseu, uma das diversas seitas religiosas da fé judaica. Os fariseus eram francamente legalistas na percepção da própria fé, e as palavras atribuídas a Paulo descrevem como ele pessoalmente perseguiu os primeiros cristãos até sua conversão.
Because Jews believed that society and culture were based upon instructions originating from Yahweh God and not from humans, Jews would have recognized no difference between the social, legal, or political systems of their day. Social, legal, and political life were all one and the same. Paul or any other Jew would have had no objection to a legalistic societal order, but only a society based upon God’s word. A Jew’s only objections would have been against who was in charge and from where authority was perceived to have been derived. Como os judeus acreditavam que sociedade e cultura baseavam-se em instruções originárias do Deus Iavé e não de seres humanos, os judeus não reconheciam nenhuma diferença entre os sistemas social, legal ou político de seus dias. As vidas social, legal e política eram todas uma só e a mesma. Paulo ou qualquer outro judeu não teria tido objeção a uma ordem societária legalista, desde, porém, que se tratasse de uma sociedade baseada na palavra de Deus. As únicas objeções de um judeu seriam contra quem estava no comando e em relação à percepção de de onde a autoridade teria sido derivada.
* * *
* * *
As with many ancient civilizations of that era, Jews would have perceived all forms of law and order as being derived from a higher order, but to the Jew that order was Yahweh God. All of Jewish life was social, political, and theocratic with no distinctions. Although the Mosaic Law provided for no “executive” or “legislative” branch of the social order, because Jews believed in law being derived from Yahweh God, Jews nonetheless accepted within their social and legal order the idea of hierarchy. Como no tocante a muitas civilizações antigas daquele tempo, os judeus percebiam todas as formas de lei e ordem como derivadas de uma ordem maior, mas para o judeu essa ordem era o Deus Iavé. A vida judaica era, toda ela, social, política e teocrática, sem distinções. Embora a Lei Mosaica não oferecesse poder “executivo” ou “legislativo” na ordem social, pelo fato de os judeus acreditarem a lei derivar-se do Deus Iavé, ainda assim os judeus aceitavam dentro de sua ordem social e legal a ideia de hierarquia.
According to the Biblical texts the Mosaic Law allowed for a king, but because Moses provided only a set of laws and no foundations for any “executive” or “legislative” avenues, that king was relegated largely to the role of spiritual leader and grand arbitrator and adjudicator. De acordo com os textos bíblicos a Lei Mosaica permitia um rei, mas como Moisés ofereceu apenas um conjunto de leis e nenhum fundamento para qualquer canal “executivo” ou “legislativo”, aquele rei ficou em grande parte relegado ao papel de líder espiritual e grande árbitro e adjudicador.
Similarly, Paul and fellow Jews would have had no issue with some limited forms of wealth redistribution. The Jewish theocratic model outlined three ways for Jews to help sustain certain elements of their social and religious life: 1) the half-shekel tax, 2) the temple tax, and 3) the tithe. However, because the social, legal, and political structure of Jewish life were all one and the same, those mandated payments were religious in nature, not political. Similarmente, Paulo e seus concidadãos judeus não teriam problema com algumas formas limitadas de distribuição da riqueza. O modelo teocrático judeu delineava três maneiras de os judeus ajudarem a sustentar certos elementos de sua vida social e religiosa: 1) o tributo de meio shekel 2) o tributo do templo, e 3) o dízimo. Entretanto, devido a a estrutura social, legal e política da vida judaica ser toda uma e a mesma, esses pagamentos obrigatórios eram de natureza religiosa, não política.
Reading the Biblical text reveals no sanctions or penalties for failing to render a tithe. The text reveals only that failing to tithe would result in withheld blessings. A leitura dos textos bíblicos não revela sanções ou penalidades para quem não desse o dízimo. O texto revela apenas que deixar de dar o dízimo resultaria na supressão de bênçãos.
The so-called temple tax was not provided originally by Moses, but more than likely evolved from subsequent Jewish teachings because the temple was built long after Moses had died. Moses provided only the half-shekel tax, but reading the text reveals the context in which that latter tax was to be collected. O assim chamado tributo do templo não foi criado originalmente por Moisés, porém mais do que provavelmente evolveu de ensinamentos judaicos subsequentes porque o templo foi construído muito tempo depois de Moisés ter morrido. Moisés criou apenas o imposto de meio shekel, mas a leitura do texto revela o contexto no qual aquele imposto posterior seria coletado.
The half-shekel tax applied only to males 20 years of age or older. Second, the shekel originally was not a unit of monetary currency exchange — a coin, but a unit of measuring weight. Thus, a half-shekel payment was a payment in kind from whatever the Hebrews produced from their labor. Third, Moses required that the rich pay no more and the poor pay no less than a half-shekel. Therefore, the tax was not a graduated tax but fixed. In essence that tax was a mandatory head tax, but only for those who voluntarily chose to remain within Hebrew society. Notice that nobody was excused nor was there any graduated payment system. Fourth, the payment was considered an offering for atonement, not a payment for sustaining various religious leaders — that was the purpose of the tithe. Fifth, the half-shekel payments were to be used to physically maintain the tabernacle. At the time of Moses and for many years thereafter, the Jews had no permanent structure or temple for worship, and had only the temporary tabernacle. O imposto de meio shekel aplicava-se apenas a pessoas do sexo masculino com 20 anos ou mais de idade. Em segundo lugar, o shekel, primitivamente, não era uma unidade de moeda corrente de troca monetária — uma moeda metálica, e sim uma unidade de medir o peso. Portanto, o pagamento de meio shekel era um pagamento em mercadoria a partir do que os hebreus produzissem com seu trabalho. Terceiro, Moisés exigiu que os ricos não pagassem mais e os pobres não pagassem menos do que meio shekel. Portanto, o tributo não era graduado, e sim fixo. Em essência esse tributo era um tributo por cabeça, mas apenas para aqueles que voluntariamente escolhessem permanecer no seio da sociedade hebraica. Notemos que ninguém ficava desobrigado nem havia qualquer sistema de pagamento graduado. Quarto, o pagamento era considerado uma oferta para expiação, não pagamento para a manutenção de diversos líderes religiosos — esta era finalidade do dízimo. Quinto, os pagamentos de meio shekel eram para ser usados na manutenção física do tabernáculo. No tempo de Moisés e por muitos anos depois, os judeus não tinham estrutura permanente ou templo para adoração, e tinham apenas o tabernáculo temporário.
How were the Hebrews to sustain their religious leaders? Moses provided the tithe for that purpose. The Hebrew religious leaders and teachers were the Levites, and when the Hebrews reportedly settled the land known as Israel, the Levites were provided no portion of the land. Thus, the Levites depended upon the tithe for sustenance. However, the tithe was completely voluntary. Como manteriam os hebreus seus líderes religiosos? Moisés criou o dízimo para esse propósito. Os líderes religiosos e professores hebreus eram os levitas, e quando os hebreus, conforme relatado, colonizaram a terra conhecida como Israel, os levitas não ganharam nenhuma porção da terra. Assim, pois, os levitas dependiam do dízimo para sustento. Entretanto, o dízimo era completamente voluntário.
* * *
* * *
With that background Paul’s declaration in Romans 13 becomes less mysterious. Paul would have had no issue with the concept of law and order. Because of his Jewish theocratic background Paul would have believed that all law and order was provided by Yahweh God. Paul would have supported the idea of hierarchy within a societal structure, and that belief would have included limited forms of voluntary wealth redistribution to sustain leaders of the new-found Christian church. Contra esse plano de fundo a declaração de Paulo em Romanos 13 torna-se menos misteriosa. Paulo não teria nenhum problema com o conceito de lei e ordem. Devido a seus antecedentes teocráticos judaicos, Paulo teria acreditado que toda lei e ordem era proporcionada pelo Deus Iavé. Paulo teria apoiado a ideia de hierarquia numa estrutura societária, e essa crença teria incluído formas limitadas de redistribuição voluntária da riqueza para manutenção dos líderes da recentemente fundada igreja cristã.
The challenge for both statists and anti-statists is the degree in which Paul’s words can be used to promote their agenda. Statists must realize that there are limits to their interpretation of Paul’s text. Paul did not advocate blind obedience or promote tyranny. Conversely, anti-statists must realize that the Jews did recognize some forms of wealth redistribution, although the purposes of that support was limited in nature. O desafio tanto para estatistas quanto para antiestatistas é o grau em que as palavras de Paulo podem ser usadas para promover as respectivas agendas. Os estatistas precisam entender que há limites para sua interpretação do texto de Paulo. Paulo não advogava obediência cega nem promovia a tirania. Inversamente, os antiestatistas precisam entender que os judeus reconheciam algumas formas de redistribuição de renda, embora as finalidades dessa forma de ajuda fossem de natureza limitada.
What becomes more interesting, however, is investigating further into the context of the times when Paul wrote those words. What was Paul actually instructing? Understanding Paul’s focus and reason for living when he wrote that letter provides some valuable clues. O que se torna mais interessante, contudo, é investigar mais fundo o contexto da época na qual Paulo escreveu aquelas palavras. O que estaria Paulo realmente ensinando? Entender o enfoque e o motivo de viver de Paulo ao ele escrever aquela carta proporciona alguns indícios preciosos.
* * *
* * *
The cornerstone of Jesus’ message was that all humans are free. No human has standing to rule other humans. A pedra angular da mensagem de Jesus era a de que todos os seres humanos são livres. Nenhum ser humano tem o direito de governar outros seres humanos.
When Jesus answered the Pharisees and Herodians about rendering unto Caesar, Jesus more than likely was declaring covertly that nobody owed anything to Caesar. Caesar represented statism, represented illegitimate rule outside the Kingdom of God, and statists are violators of the fundamental rule of not trespassing. Jesus would not have recognized Caesar or any other Roman as having legitimate standing to rule anyone. Such standing only could come from Yahweh God and anointed rulers. Quando Jesus respondeu aos fariseus e herodianos acerca de dar a César o que é de César, Jesus mais do que provavelmente estava declarando, veladamente, que ninguém devia nada a César. César representava o estatismo, representava regras ilegítimas fora do Reino de Deus, e os estatistas são violadores da regra fundamental de não invadir terreno alheio. Jesus não teria reconhecido César ou qualquer outro romano como tendo condição legítima de governar quem fosse. Tal condição somente poderia prover do Deus Iavé e de governantes ungidos.
ikewise, in instructing people to turn the other cheek, Jesus recognized that the usurper was evil and therefore illegitimate. Jesus recognized that everybody is free, but also that there will be challenging moments when some rascals will act otherwise. Turning the other cheek was not an instruction to obey the usurper of Yahweh God’s law, but an act of voluntarily submission to reduce the amount of damage the subjugator might cause. Turning the other cheek was not an act of voluntary enslavement, but an affirmative act declaring freedom and through that declaration, choosing to voluntarily do what the usurper demanded. Do mesmo modo, ao instruir as pessoas a ofereceram a outra face, Jesus reconhecia que o usurpador era mau e portanto ilegítimo. Jesus reconhecia que todo mundo é livre, mas também que haveria momentos desafiadores nos quais canalhas agiriam de modo diferente. Dar a outra face não era uma instrução para obedecer o usurpador da lei do Deus Iavé, e sim um ato de submissão voluntária para reduzir a quantidade de dano que o subjugador pudesse causar. Voltar a outra face não era um ato de escravidão voluntária, e sim um ato afirmativo declarando liberdade e, por meio dessa declaração, escolha de voluntariamente fazer o que o usurpador exigia.
According to the Biblical text, when Jesus was confronted to pay the temple tax — a tax not required by Moses, Jesus paid only to avoid conflict, not because he thought he had any duty to pay. Jesus’ conversation with Peter indicates that Jesus’ believed he had no duty or responsibility whatsoever to pay. De acordo com o texto bíblico, quando Jesus foi confrontado com pagar o tributo do templo — tributo não exigido por Moisés, Jesus pagou apenas para evitar conflito, não por achar que tivesse qualquer dever de pagar. A conversa de Jesus com Pedro indica que Jesus acreditava não ter qualquer dever ou responsabilidade em absoluto de pagar.
Yet, there is more to this puzzle. No entanto, há mais no tocante a esse quebra-cabeça.
* * *
* * *
To better understand Paul’s words, a reader should approach Paul’s epistle as a letter. Those traditional chapter and verse numbers tend to cloud contextual transitions. By eliminating chapter and verse numbers, the context of Paul’s letter becomes more clear. Para melhor entender as palavras de Paulo, o leitor deverá ver a epístola de Paulo como uma carta. Aqueles números tradicionais de capítulos e versículos tendem a anuviar transições contextuais. Ao se eliminar números de capítulo e de versículo, o contexto da carta de Paulo torna-se mais claro.
In what is known as chapter 12, Paul is providing instruction and encouragement to live quiet and peaceable lives. As Paul concludes that line of thought he writes: Naquilo conhecido como capítulo 12, Paulo está instruindo e estimulando o viver de vidas serenas e pacíficas. Ao Paulo concluir essa linha de pensamento, escreve:
Recompense to no man evil for evil. Provide things honest in the sight of all men. If it be possible, as much as lies in you, live peaceably with all men. Dearly beloved, avenge not yourselves, but rather give place unto wrath: for it is written, Vengeance is mine; I will repay, says the Lord. Therefore if thine enemy hunger, feed him; if he thirst, give him drink: for in so doing thou shalt heap coals of fire on his head. Be not overcome of evil, but overcome evil with good.
Não torneis a ninguém mal por mal; esforçai-vos por fazer o bem perante todos os homens; se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens; não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira; porque está escrito: A mim me pertence a vingança; eu é que retribuirei, diz o Senhor. Pelo contrário, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas vivas sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.
This is a conversation about living a spiritual life and nothing more. Like Jesus in his instructions about turning the other cheek, notice Paul is recognizing that evil exists, but is encouraging no individual to respond with evil. Yet, there is more. Essa é uma conversa acerca de viver uma vida espiritual, e nada mais. Como Jesus em suas instruções acerca de voltar a outra face, notemos que Paulo está reconhecendo a existência do mal, mas não encorajando nenhum indivíduo a reagir com o mal. Nada obstante, há mais.
* * *
* * *
Paul’s message to the Roman Christians is a message of pragmatic living. Jesus had no respect for human institutions where humans ruled other humans. According to Jesus, if all humans are created in the image of God, then all humans are equal before God. Human rulership is an oxymoron. The Jewish societal model affirms such a principle because Moses provided no “legislative” or “executive” branch of society. A mensagem de Paulo aos cristãos romanos é uma mensagem de vida pragmática. Jesus não nutria respeito por instituições humanas nas quais seres humanos governavam outros seres humanos. De acordo com Jesus, se todos os seres humanos são criados à imagem de Deus, então todos os seres humanos são iguais perante Deus. Governo humano é um oximoro. O modelo societário judaico afirma tal princípio porque Moisés não ofereceu nenhum poder “legislativo” ou “executivo” à sociedade.
This opposition toward human rulership is what got Jesus into much trouble with both the Jewish legalists and the Roman political elite, and ultimately saw him executed. Jesus rejected both the political and religious establishments and their illusions of acting under the color of law. Jesus did not reject the people but the illusions upon which their actions rested. Essa oposição ao governo humano foi o que colocou Jesus em grandes apuros diante tanto dos legalistas judeus quanto da elite política romana, e finalmente levou a ele ser executado. Jesus rejeitou o establishment tanto político quanto religioso e a ilusão desses de agir sob a fachada da lei. Jesus não rejeitava as pessoas, e sim as ilusões sobre as quais se assentavam as ações delas.
As a follower and disciple of Jesus, why would Paul seem to teach something contrary to Jesus’ original message? Understanding Paul’s message is challenging, perhaps impossible, unless people understand the environment of Paul’s time and what Paul believed. Como seguidor e discípulo de Jesus, por que pareceria Paulo ensinar algo contrário à mensagem original de Jesus? Entender a mensagem de Paulo é desafiador, talvez impossível, a menos que as pessoas entendam o ambiente da época de Paulo e em que Paulo acreditava.
For people today to use Paul’s message as a foundation to legitimize statism is a distortion of Paul’s message. Jesus taught that all people are free and that political systems are illegitimate; but Paul was not even concerned with that message, Paul was concerned only with Jesus’ imminent return and establishing the Kingdom of God. Paul always is focused on the spiritual aspect of living. Nothing more, nothing less. Remember, Paul was a zealous Jew — a Pharisee, and like many Jews, desperately awaited Yahweh God to restore the Jewish way of life without outside intruders and tyrants. As pessoas de hoje usarem a mensagem de Paulo como fundamento para legitimar o estatismo constitui distorção da mensagem de Paulo. Jesus ensinou que todas as pessoas são livres e que os sistemas políticos são ilegítimos; mas Paulo sequer estava preocupado com essa mensagem, Paulo preocupava-se apenas com a volta iminente de Jesus e com o estabelecimento do Reino de Deus. Paulo enfoca sempre o aspecto espiritual do viver. Nada mais, nada menos. Lembremo-nos, Paulo era judeu zeloso — fariseu e, como muitos judeus, esperava desesperadamente que o Deus Iavé restaurasse o estilo de vida judaico sem intrometidos e tiranos de fora.
Students today tend to read Paul’s letters in the order they are packaged in the modern Christian Bible. Thus, people tend to first read the four gospels before they read Paul’s letter to the Roman Christians. By first reading the gospels people tend to subconsciously create interpretive foundations before reading Paul’s letter to the Roman Christians. There is a problem with such an approach. Paul never had any knowledge of the gospels for the simple reason that more than likely those texts had not yet been written. According to many scholars, the four gospels more than likely were written after Paul’s death. Thus, the only proper way to read Paul’s letters is from a foundation that Paul believed that Jesus had risen from the dead and that Jesus would soon return to earth as Messiah — the Christ. Os estudantes de hoje tendem a ler as cartas de Paulo na ordem em que foram empacotadas na moderna Bíblia cristã. Portanto, as pessoas tendem a ler primeiro os quatro evangelhos antes de lerem a carta de Paulo aos cristãos romanos. Ao lerem primeiro os evangelhos, as pessoas tendem a, subconscientemente, criar fundamentos interpretativos antes de ler a carta de Paulo aos cristãos romanos. Há um problema nessa abordagem. Paulo nunca teve qualquer conhecimento dos evangelhos, pelo simples motivo de, mais do que provavelmente, tais textos não terem então ainda sido escritos. De acordo com muitos eruditos, os quatro evangelhos mais do que provavelmente foram escritos depois da morte de Paulo. Assim, o único modo adequado de ler as cartas de Paulo é a partir do fundamento de Paulo acreditar que Jesus havia ascendido dos mortos e de Jesus cedo voltar à Terra como Messias — o Cristo.
As the text transitions into the subsequent paragraphs, one realizes that Paul is advocating that the Roman Christians voluntarily and freely submit to church leader rule. The text is not about obeying statist rule, although at times that probably is a pragmatic decision. Ao lermos as transcrições de texto nos parágrafos subsequentes, entenderemos que Paulo está advogando que os cristãos romanos voluntária e livremente submetam-se ao governo do líder da igreja. O texto não é acerca de obedecermos o governo estatista, embora, por vezes, essa seja uma decisão pragmática.
* * *
* * *
With these foundations, now examine Paul’s words. Com esses fundamentos, examinemos agora as palavras de Paulo.
Let every soul be subject unto the higher powers.
Toda alma esteja sujeita aos poderes superiores.
In Greek, the word soul is psuche (psoo-khay). Em grego, a palavra alma é psuche (psiquê).
Paul did not write every individual, but every soul. Thus, this is a continuation of Paul’s previous text where Paul is speaking within a spiritual context. Paul is continuing his instruction how to live practically but from a spiritual perspective. Paulo não escreveu todo indivíduo, e sim toda alma. Portanto, trata-se de continuação do texto anterior de Paulo onde ele fala dentro de um contexto espiritual. Paulo está continuando sua instrução acerca de como viver na prática, porém a partir de uma perspectiva espiritual.
In Greek, the word power is exousia (ex-oo-see-ah). Generally, the word means authority. An authority is a subject matter expert. Who would be considered a subject matter expert? Church leaders. Em grego, a palavra poder é exousia (exusia). Geralmente, essa palavra significa autoridade. Uma autoridade é um especialista em determinado assunto. Quem seria considerado especialista em determinado assunto? Os líderes da igreja.
In Greek, the word subject is hupotasso (hoop-ot-as-so). Generally, the word means subordination or submission. Subject to what? The teachings and guidance of church leaders. Em grego, a palavra sujeita é hupotasso (hipotasso). Geralmente, essa palavra significa subordinação ou submissão. Sujeita a quê? Aos ensinamentos e à orientação dos líderes da igreja.
Paul is encouraging people to live a quiet and peaceable life. Paul is continuing his encouragement of voluntary action. Thus, Paul is asking the Roman Christians to voluntarily submit themselves to higher authorities — people with superior knowledge. Paulo está estimulando as pessoas a viver uma vida serena e pacífica. Paulo está continuando seu estímulo à ação voluntária. Portanto, Paulo está pedindo aos cristãos romanos que voluntariamente se submetam a autoridades mais altas — pessoas com conhecimento superior.
For there is no power but of God: the powers that be are ordained of God.
Porque não há poder que não proceda de Deus; e os poderes que existem foram por Ele instituídos.
Remember that both Jews and Christians believed all social and legal customs were derived from Yahweh God. Thus, Paul merely uttered a truism. Yet, understanding this sentence is challenging without understanding that the God of the Bible is an anarchist. In other words, the God of the Bible does not initiate human rulership of other humans. That happens only through the corrupt motivations of humans. No statist political system is ever legitimate because God does not create such systems — only humans create such institutions. This is what Jesus said when he told Pilate that Pilate had no standing or power except that which was provided from above — meaning Caesar. God did not create the Roman Empire, humans did. Thus, Pilate had no legitimacy, no genuine standing. Pilate’s power was fiat and illegitimate — an illusion. Lembremo-nos de que tanto judeus quanto cristãos acreditavam todos os costumes sociais e legais derivarem do Deus Iavé. Assim, Paulo apenas proferiu um truísmo. Ainda assim, entender essa sentença é difícil sem entender que o Deus da Bíblia é anarquista. Em outras palavras, o Deus da Bíblia não cria o governo de seres humanos sobre outros seres humanos. Isso só acontece mediante as motivações corrompidas de seres humanos. Nenhum sistema político estatista é jamais legítimo, porque Deus não cria tais sistemas — apenas seres humanos criam tais instituições. Isso é o que Jesus disse quando disse a Pilatos que Pilatos não tinha condição ou poder exceto aquele proporcionado a partir de cima — significando César. Deus não criou o Império Romano, seres humanos o criaram. Portanto, Pilatos não tinha legitimidade, nenhum direito geuíno. O poder de Pilatos era por decreto e ilegítimo — uma ilusão.
The Jewish religious writings reveal that their previous history of kings was filled with much chaos and disorder, and those same texts declare that the disorder was God’s punishment for failing to follow the Mosaic guidelines for establishing a king. The king was supposed to be a spiritual leader and adjudicator, not a political leader. Os escritos religiosos judaicos revelam que a história anterior de reis deles estava eivada de muito caos e desordem, e esses mesmos textos declaram que a desordem havia sido punição de Deus pela não observância das diretrizes mosaicas para estabelecimento de um rei. O rei deveria ser líder espiritual e adjudicador, não líder político.
Yet, Paul’s message is much simpler. Paul is merely teaching the Roman Christians that a hierarchy does exist within the church and they should submit to those leaders. Sem embargo, a mensagem de Paulo é muito mais simples. Paulo meramentre ensina aos cristãos romanos existir uma hierarquia dentro da igreja, e eles deverem submeter-se àqueles líderes.
A challenge with truisms is people will tend to interpret an objective statement in a subjective manner. Thus, some people realize that Paul’s statement is merely an affirmation of fact because the God of the Bible does not create human political systems. Yet, those people who have placed their faith and belief in the philosophy of statism and political processes interpret Paul’s statement as one that justifies statism. That is the subtle power of a truism. Uma dificuldade que existe no tocante a truísmos é as pessoas tenderem a interpretar uma afirmação objetiva de maneira subjetiva. Portanto, algumas pessoas entendem que o enunciado de Paulo é meramente uma afirmação de fato porque o Deus da Bíblia não cria sistemas políticos humanos. No entanto, as pessoas que colocaram suas fé e crença na filosofia do estatismo e dos processos políticos interpretam o enunciado de Paulo como justificando o estatismo. Esse o sutil poder do truísmo.
Whosoever therefore resists the power, resists the ordinance of God: and they that resist shall receive to themselves damnation.
De modo que aquele que se opõe ao poder resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos condenação.
Because of his Jewish background Paul accepts a social hierarchy within the new church. Paul is teaching the new Roman Christians that they should listen to the church leaders. Devido a seus antecedentes judaicos, Paulo aceita uma hieraquia social dentro da nova igreja. Paulo está ensinando aos novos cristão romanos que eles deveriam ouvir os líderes da igreja.
In Greek, the word for damnation is krima (kree-mah). Generally, the word means judgment, condemnation, or punishment, but in a legal sense. The damnation Paul to which is referring is not from God, but from the church leaders. By reading additional letters from Paul, one realizes that Paul advocated ostracism and excommunication. Thus, those who resist and insist upon creating turmoil within the church body are resisting the hierarchy established by God and are open to appropriate internal reprimands. Em grego, a palavra para condenação é krima (crima). Geralmente, essa palavra significa juízo, condenação ou punição, mas num sentido legal. A condenação à qual Paulo se refere não é a de Deus, e sim a dos líderes da igreja. Ao lermos cartas adicionais de Paulo, percebemos que Paulo defendia o ostracismo e a excomunhão. Assim, aqueles que resistem e insistem em criar turbulência dentro do corpo da igreja estão resistindo à hierarquia estabelecida por Deus e ficam expostos às reprimendas internas cabíveis.
For rulers are not a terror to good works, but to the evil. Wilt thou then not be afraid of the power? do that which is good, and thou shalt have praise of the same.
Porque os governantes não são para temor, quando se faz o bem, e sim quando se faz o mal. Queres tu não temer o poder? Faze o bem e terás louvor dele.
In Greek, the word for rulers is archon (ar-khone). The word means ruler, commander, chief, or leader. But recall that Paul is providing spiritual instruction. Thus, the context of ruler or leader is within that framework. The reference is not to statist rulers but church leaders. Em grego, a palavra para governantes é archon (arcon). Essa palavra significa governante, comandante, chefe, ou líder. Lembremo-nos, porém, de que Paulo está dando instrução espiritual. Assim, o contexto de governante ou líder recai dentro desse arcabouço. A referência não é a governantes estatistas, e sim a líderes da igreja.
Paul is reminding the Roman Christians that generally they should have nothing to fear anyway. By following the teachings of Jesus through church leaders they should be able to live quiet and peaceable lives. When they do good works they also will be noticed by others and praised. Paulo está lembrando aos cristãos romanos que, de modo geral, eles nada tinham a temer. Mediante seguir os ensinamentos de Jesus por meio dos líderes da igreja conseguiriam viver vidas serenas e pacíficas. Ao fazer boas obras seriam também observados por outras pessoas e elogiados.
In other words, keep your nose clean and you should be fine. You are free in you heart and mind, so act accordingly. Em outras palavras, mantenha seu nariz limpo e tudo deverá sair bem. Você é livre em seu coração mente, portanto aja de acordo.
For he is the minister of God to thee for good. But if thou do that which is evil, be afraid; for he bears not the sword in vain: for he is the minister of God, a revenger to execute wrath upon him that does evil.
Visto que o poder é o ministro de Deus para teu bem. Entretanto, se fizeres o mal, teme; porque não é sem motivo que ele traz a espada; pois é ministro de Deus, vingador, para castigar o que pratica o mal.
In Greek the word for minister is diakonos (dee-ak-on-os). The word means servant or attendant, specifically one who executes the commands of another or performs menial duties. Em grego a palavra para ministro é diakonos (diaconos). Essa palavra significa servo ou auxiliar, especialmente alguém que executa as ordens de outrem ou cumpre obrigações menores.
Paul is again referring to church leaders as the ones who are ministers. These servants were not directly appointed by Yahweh God, but they still serve the purpose of maintaining social order within the church. Humans commit evil against other humans. Evil against another human is trespass. So don’t return evil with evil. If you respond to evil with evil, the church leaders view your evil as a wrong, and you might be punished for your acts. Paulo está, de novo, referindo-se aos líderes da igreja como aqueles que são ministros. Esses servos não eram diretamente nomeados pelo Deus Iavé, mas ainda assim serviam ao propósito de manter a ordem social dentro da igreja. Seres humanos cometem o mal contra outros seres humanos. O mal contra outro ser humano é invasão. Portanto, não respondam ao mal com o mal. Se você reagir ao mal com o mal, os líderes da igreja considerarão seu mal como algo errado, e você poderá ser punido por seus atos.
What about the word sword? In Greek the word sword is machaira (makh-ahee-rah). The word means small sword or large knife, such as those used for killing animals or cutting meat. If we accept that Paul is providing spiritual instruction, then the word is being used only as a poetic expression embracing the idea of internal discipline within the church by church leaders. Paul is using the word sword much as Solomon used the word rod — an instrument of discipline. For Roman Christians, accustomed to the military environment of that era, the word sword would have more meaning than the word rod. E quanto à palavra espada? Em grego a palavra espada é machaira (macaira). Essa palavra significa espada pequena ou faca grande, como as usadas para matar animais ou cortar carne. Se aceitarmos que Paulo está oferecendo instrução espiritual, então a palavra está sendo usada apenas como expressão poética abrangendo a ideia de disciplina interna dentro da igreja por meio dos líderes da igreja. Paulo usa a palavra espada de modo muito parecido com o modo pelo qual Salomão usou a palavra vara — instrumento de disciplina. Para os cristãos romanos, acostumados ao ambiente militar da época, a palavra espada teria mais significado do que a palavra vara.
Wherefore ye must needs be subject, not only for wrath, but also for conscience sake.
É necessário que lhe estejais sujeitos, não somente por causa do temor da punição, mas também por dever de consciência.
Paul declares that church members should submit to avoid internal discipline, but also to help maintain societal order. Live a quiet and peaceable life. If you do, then your conscience will be clear. Yes, you are free, but you demonstrate your freedom by your actions, not by returning evil with evil or trespassing against others. Paulo declara que os membros da igreja devem submeter-se para evitar disciplina interna, mas também para manter a ordem societária. Vivam vida quieta e pacífica. Se o fizerem, terão a consciência limpa. Sim, vocês são livres, mas mostram sua liberdade por suas ações, não mediante reagir ao mal com o mal ou invadindo o terreno de outras pessoas.
For this cause pay ye tribute also: for they are God’s ministers, attending continually upon this very thing.
Por esse motivo, também pagais tributos, porque são ministros de Deus, atendendo, constantemente, a este serviço.
In Greek the word for tribute is phoros (for-os), and means tax or assessment. The word is used to denote an annual tax levied upon houses, lands, and persons. The Roman Christians would be well accustomed to the idea of coercive taxation, but not to the idea of voluntary charity and tithing. Paul uses the word tribute within the context of a spiritual discussion, however, and the tax or assessment is not a statist tax but a tithing. Paul is teaching the Roman Christians using sentence structure they will understand. Em grego a palavra para tributo é phoros (foros), e significa imposto ou avaliação. Essa palavra é usada para denotar imposto anual incidente sobre casas, terras e pessoas. O cristão romano estaria bem acostumado com a ideia de tributação coercitiva, mas não com a ideia de caridade voluntária e de dízimo. Paulo, entanto, usa a palavra tributo no contexto de uma discussão espiritual, e o imposto ou avaliação não é um imposto estatista, e sim um dízimo. Paulo está ensinando aos cristãos romanos usando estrutura de sentença que eles entenderiam.
In Greek the word for ministers is leitourgos (li-toorg-os) and means public servants. Such a word would be appropriate for Paul because Paul is trying to teach people how to live a quiet and peaceable life. Part of the Christian doctrine is that each individual should serve others. Do not respond to evil with evil. Instead encourage voluntary reciprocating relationships. From Paul’s perspective, all church leaders must conduct their affairs as servants, not masters. Such a teaching coincides with what Jesus taught that those who want to be the greatest must serve as the least. Such a teaching also is consistent with the Mosaic Law that allowed for a human king, because the Mosaic Law created serious limitations for the king’s actions and duties. Em grego a palavra para ministros é leitourgos (liturgos) e significa funcionários públicos. Tal palavra seria apropriada para Paulo porque Paulo está tentando ensinar as pessoas a viver uma vida serena e pacífica. Parte da doutrina cristã é que cada indivíduo deve servir a outros. Não reagir ao mal com o mal. Em vez disso, estimular relações voluntárias de reciprocação. Da perspectiva de Paulo, todos os líderes da igreja têm de conduzir suas atividades como servos, não senhores. Tal ensinamento coincide com o que Jesus ensinou, que aqueles que desejam ser o maior deverão servir como se fossem o menor. Tal ensinamento também é coerente com a Lei Mosaica que permitia  rei humano, porque a Lei Mosaica criava sérias limitações no tocante às ações e aos deveres do rei.
Paul is advocating a payment or tithe to support church leaders. Paul is advising the Roman Christians to support church leaders. There is no duty to pay but only a spiritual obligation. Paulo advoga pagamento ou dízimo para a manutenção dos líderes da igreja. Paulo recomenda aos cristãos romanos que proporcionem a manutenção dos líderes da igreja. Não há obrigação de pagar, mas apenas obrigação espiritual.
Render therefore to all their dues: tribute to whom tribute is due; custom to whom custom; fear to whom fear; honor to whom honor.
Pagai a todos o que lhes é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem respeito, respeito; a quem honra, honra.
Church leaders serve a purpose within the Kingdom of God. Probably the best way to interpret Paul’s message is based upon the truism he uttered. If no human political system possesses legitimacy, then all the words Paul writes are referring only those social systems created by Yahweh God. Because God never creates or institutes a centralized political system, Paul is speaking about the internal hierarchy of the church; much in the same way Jesus responded about paying taxes to Caesar. In other words, Paul was encouraging a spiritual obligation to financially support church leaders. If the church system is legitimate (created by God) then pay appropriate tithes, otherwise don’t pay them. Os líderes da igreja servem a um propósito dentro do Reino de Deus. Provavelmente a melhor maneira de interpretar a mensagem de Paulo é a baseada no truísmo que ele enunciou. Se nenhum sistema político possui legitimidade, então todas as palavras que Paulo escreve referem-se apenas àqueles sistemas sociais criados por Deus Iavé. Como Deus nunca cria ou institui um sistema político centralizado, Paulo está falando da hierarquia interna da igreja; de maneira muito semelhante àquela em que Jesus respondeu acerca de pagar tributos a César. Em outras palavras, Paulo estava estimulando uma obrigação espiritual de apoiar financeiramente os líderes da igreja. Se o sistema da igreja é legítimo (criado por Deus) então paguem os dízimos apropriados; caso contrário, não os paguem.
* * *
* * *
Why does Paul believe he must provide instruction to the Roman Christians? The Roman Christians were struggling. They had converted to Christianity and through their new-found beliefs, learned that all humans were free, that no human had standing to rule other humans. This was a radical teaching. Consider the military and political power of the Romans. All people were considered subjects of the Roman emperor. This new concept that all humans are free was repugnant to all practiced teachings of that time and is repugnant to the philosophy of statism. The Roman Christians wanted to be free not only of the Roman yoke but all humans, and believed they should have to obey nobody. Por que acredita Paulo ter de instruir os cristãos romanos? Os cristãos romanos estavam lutando. Haviam-se convertido ao cristianismo e, por meio de suas novas crenças, descobriram que todos os seres humanos são livres, que nenhum ser humano tem o direito de governar outros seres humanos. Esse ensinamento era radical. Consideremos o poder militar e político dos romanos. Todas as pessoas eram consideradas súditas do imperador romano. Esse novo conceito de que todos os seres humanos são livres repugnava a todos que praticavam os ensinamentos daquela época e repugna a filosofia do estatismo. Os cristãos romanos desejavam ser livres não só do jugo romano como de todos os jugos humanos, e acreditavam não ter de obedecer ninguém.
Paul was merely reminding these new Christians that some sense of order is necessary even in the new environment of the church. He was reminding them that church leaders provide an important service within the church and that leaders should be supported out of spiritual obligation, not a political obligation. Paulo estava apenas lembrando àqueles novos cristãos que algum senso de ordem é necessário mesmo no novo ambiente da igreja. Estava lembrando a eles que os líderes da igreja proporcionam importante serviço dentro da igreja e que os líderes deviam ser apoiados em função de obrigação espiritual, não de obrigação política.
After the controversial instructions Paul continues his letter by reminding the Roman Christians how to live a quiet and peaceable life. He recites several of the commandments from the Mosaic Law. Paul reminds the Roman Christians that if they love one another they will be obeying those commandments too; and if they love one another they will not be violating the fundamental rule of not trespassing. More importantly, with respect to the church, they will not be willingly creating conflicts that would result in the wrath of church leaders; and those actions will go far to promote societal order, which helps promote everybody living a quiet and peaceable life, and will help promote the message of Christianity. Depois das instruções controvertidas Paulo continua sua carta lembrando aos cristãos romanos como viver vida serena e pacífica. Cita diversos mandamentos da Lei Mosaica. Paulo lembra os cristãos romanos de que se eles amarem uns aos outros, estarão também obedecendo àqueles mandamentos; e se amarem uns os outros não estarão violando a regra fundamental de não invadir. Mais importante, com respeito à igreja, não desejarão criar conflitos que resultem na ira dos líderes da igreja; e essas ações em muito contribuirão para promover a ordem societária, que ajuda a todos no levar vida serena e pacífica, ajudando a promover a mensagem do cristianismo.
These controversial sentences from Paul have nothing to do with statism or political obligation. Paul only provides instruction for maintaining internal church social order and structure. Aquelas sentenças controversas de Paulo nada têm a ver com estatismo ou obrigação política. Paulo só oferece instrução para a manutenção da ordem social e da estrutura internas da igreja.
Paul is teaching the Roman Christians the concept of Christian anarchy. Don’t become a slave to your emotions by fighting evil with evil. Your attitude is what counts. You are free, you know that, so act accordingly. Do not become a prisoner of your emotions. Paulo está ensinando aos cristãos romanos o conceito de anarquia cristã. Não se torne escravo de suas emoções reagindo ao mal com o mal. O que conta é atitude que você tiver. Você é livre, você sabe disso, portanto aja de acordo. Não se torne prisioneiro de suas emoções.
Paul is not justifying statism. As a disciple, to do so would violate all that Jesus taught. Statism exists, that is a fact of life, but that fact does not provide statism legitimacy. Despite statism’s illegitimacy, live a quiet and peaceable life. The statist rulers likely will wrong you occasionally, but turn the other cheek whenever possible. Do not return evil with evil. Paul is aware that statism has no legitimacy, but that is not the topic he his addressing. Paulo não está justificando o estatismo. Como discípulo, fazê-lo violaria tudo o que Jesus ensinara. O estatismo existe, esse é um fato da vida, mas esse fato não proporciona legitimidade ao estatismo. A despeito da ilegitimidade do estatismo, viva uma vida serena e pacífica. Os governantes estatistas provavelmente prejudicarão você ocasionalmente, mas ofereça a outra face sempre que possível. Não reaja ao mal com o mal. Paulo está consciente de que o estatismo não tem legitimidade, mas esse não é o tópico do qual ele está tratando.
Paul’s plan is the same as any anarchist’s plan. If a sufficient number of people eventually refuse to return evil with evil, then the entire philosophy of statism collapses because there no longer will be a sufficient number of people to keep doing the dirty work! Thus, Paul is advocating a quiet and peaceable life that hopefully encourages others to join the cause. O plano de Paulo é o mesmo plano de qualquer anarquista. Se número suficiente de pessoas finalmente recusar-se a reagir ao mal com o mal, então a filosofia toda do estatismo entrará em colapso porque não mais haverá número suficiente de pessoas para continuar a fazer o trabalho sujo! Assim, Paulo advoga vida serena e pacífica que, esperemos, estimulará outros a juntarem-se à causa.
* * *
* * *
After note: The same thought process can be used for Titus 3:1. Also, in 1 Peter 2:13–18, notice that Peter encourages a similar behavior, not to justify statism, but “for the Lord’s sake.” Do not use your God-given freedom to create dissension and conflict, but to promote peace. The teachings were necessary not so much because the early Christians were being persecuted, but because the simple idea that all people were free was an incredibly radical and different idea. Consider that women had long been considered secondary citizens and property, yet through Christianity women were equals. New converts to these teachings thought the freedom and liberty taught by Jesus of Nazareth thereby provided permission for open revolt and revolution, but Paul and Peter were refuting those claims. The revolution Jesus taught was internal — an attitude readjustment and change in perspective. Similarly for Paul’s teaching to slaves. Paul was advocating an attitude of continued service, he was not accepting or condoning slavery. Paul was asking slaves not to use their new-found liberty as a freedom to revolt and cause societal disorder. All of these teachings were merely instructing new-found Christians how to adapt to new situations, and that is all. Return evil with love and heap coals of fire on your adversary’s head. The key point was not to return evil with evil. Learn to use your new-found freedom and liberty in a practical manner, learn to live practically in an imperfect world. Nota ulterior: O mesmo processo de pensamento pode ser usado para Tito 3:1. Também, em I Pedro 2:13–18, notemos que Pedro estimula comportamento semelhante, não para justificar o estatismo, e sim “por causa do Senhor.” Não usem a liberdade dada por Deus para criar dissensão e conflito, mas para promover paz. Os ensinamentos eram necessários não tanto por os primeiros cristãos estarem sendo perseguidos, e sim por a simples ideia de todas as pessoas serem livres ser incrivelmente radical e diferente. Consideremos que as mulheres haviam sido havia muito tempo consideradas cidadãs secundárias e propriedade, e no entanto por meio do cristianismo as mulheres eram iguais. Novos conversos a esses ensinamentos achavam que a emancipação e liberdade ensinada por Jesus de Nazaré proporcionava assim permissão para revolta aberta e revolução, mas Paulo e Pedro refutaram essas reivindicações. A revolução que Jesus ensinou era interna — um reajustamento de atitude e mudança de perspectiva. Similarmente no tocante ao ensinamento de Paulo aos escravos. Paulo advogava uma atitude de servço continuado, não estava aceitando ou tolerando a escravidão. Paulo pedia aos escravos que não usassem sua recente liberdade como liberdade de revolta e causa de desordem social. Todos esses ensinamentos voltavam-se apenas para instruir cristãos recentes quanto a como se adaptarem a novas situações, e é tudo. Reaja ao mal com o amor, e amontoe brasas vivas sobre a cabeça de seu adversário. O ponto fundamental era não retribuir ao mal com o mal. Aprender a usar a recente emancipação e liberdade de maneira prática, aprender a viver de modo prático num mundo imperfeito.
Finis. Finis.
Terms of Use Terms of Use

No comments:

Post a Comment